Notícia

Liberdade para Marcelo Dias

No dia 09 de junho, um sábado, por volta das 14 horas, Marcelo Dias participava dos preparativos para realização de um bingo beneficente que aconteceria no dia seguinte. Foi quando o presidente da ONG Novos Herdeiros observou duas pessoas correndo e, em seguida, a Polícia passando em duas motos. Diante do acontecido, desceu do carro em que estava – de propriedade de sua irmã e emprestado para as atividades da ONG – e se deparou com uma sacola jogada próximo ao seu carro.

Como identificou a movimentação suspeita minutos antes, Marcelo, também membro da Soka Gakai Internacional (organização filiada à ONU), retornou para o carro que dirigia e se locomovia em direção à ONG que preside e que fica próxima ao local do fato. Poucos minutos depois o homem negro foi parado pelos mesmos dois policiais que passaram pela rua seguindo os dois suspeitos.

Os policiais solicitaram que Marcelo descesse do carro, já atribuindo a sacola sem dono com 3 quilos de drogas ao morador da Vila Brasilina, trabalhador registrado e educador físico. Nesse momento, o homem negro teve voz de prisão decretada e acusado de tráfico de drogas e formação de quadrilha. Indignado, o educador chamou seu companheiro e testemunha para filmar a atuação policial, mas ainda assim foi levado à Delegacia.

De acordo com familiares, o rapaz foi agredido e no dia seguinte julgado como culpado além de ter a prisão ratificada por tráfico de drogas e formação de quadrilha. Marcelo Dias está agora no Centro de Detenção Provisória de Pinheiros respondendo por um crime que não cometeu, simplesmente pela cor da sua pele. O presidente da ONG Novos Herdeiros dedica sua vida ao esporte para justamente tirar e evitar que crianças se envolvam com as drogas e nesse momento está detido injustamente.

Liberdade para Marcelo Dias!

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By Amanda Sthephanie
Load More In Notícia

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

Acompanhe o trabalho do jovem que se tornou suspeito por tirar fotos

Gabriel Souza tem apenas 17 anos. Trabalha como ...

Facebook

Newsletter