fbpx
19.5 C
São Paulo
quinta-feira, 02 dezembro 2021
HomeNotíciaItaú Cultural Play é o novo projeto do Itaú Cultural

Itaú Cultural Play é o novo projeto do Itaú Cultural

O Itaú Cultural Play é o mais novo serviço de streaming brasileiro. Criado pelo Itaú Cultural, o Itaú Cultural Play traz obras brasileiras na intenção de facilitar e expandir o acesso dos brasileiros às obras que fazem parte da história do Brasil.

Itaú Cultural apresenta Abdias do Nascimento

Ele será lançado no dia 19 de junho, que é o Dia Nacional do Cinema, e foi criado para democratizar o acesso que a população tem à cultura, principalmente agora, com os cinemas em sua maioria fechados e inacessíveis para todos.

O serviço de streaming, além de ser gratuito, buscou parceiros que pudessem fazer curadoria quanto aos seus conteúdos visando ter um pouco mais de diversidade. Com isso, na fase inicial, o ‘Itaú Cultural Play’ contará com 135 produções, sendo 56 longas e 50 curtas.

O lançamento será feito em três partes e tem previsão de conclusão até o mês de setembro. No sábado (19), será lançado o site onde todos podem se registrar e assistir às obras disponíveis. Logo em seguida, na segunda fase, o Itaú Cultural passará a fazer parte do Itaú Cultural Play. E, finalizando todo o processo de lançamento, a intenção é ter um aplicativo disponível também nas SmartTVs.

O Itaú Cultural Play, além de trazer pelo menos uma produção de cada estado, também separou as categorias de forma que você consiga escolher se quer ver produções com temática negra, indígena, LGBTQIA+ e etc. O site terá um carrossel permanente onde mostrará sempre filmes produzidos por/com protagonismo negro.

Nenhuma produção do serviço de streaming foi escolhida por acaso. Além da curadoria, que foi feita produção por produção, os criadores pensaram em cada detalhe. Na tela do filme, além da sinopse da obra, você também tem acesso a um texto que diz o motivo da obra ter sido adicionada ao catálogo do Itaú Cultural Play e porque você deveria assistir. No fim da página de cada produção, também foram adicionadas informações que complementam a obra como história do diretor, história da obra ou como aquela obra marca, de alguma forma, um momento importante na história do Brasil.

Para que você não precise procurar (entre as 135 produções disponíveis no Itaú Cultural Play), fizemos uma lista com 5 obras que são escolhas perfeitas para você, todas com o protagonismo negro. Confira abaixo:

  1. Cinema negro brasileiro
    ‘Nos últimos anos, o cinema negro vem derrubando barreiras e construindo um lugar próprio dentro do audiovisual brasileiro, resultado de um movimento que une luta política, afirmação identitária e consciência artística. Novos autores, outras narrativas, reconhecimento crítico e espaço de exibição são algumas destas conquistas. Neste programa, você encontra obras pioneiras, nomes históricos e a produção recente do audiovisual negro feito no Brasil.’
  2. O dia de Jerusa (2013)
    ‘Jovem pesquisadora negra aplica questionários para uma marca de sabão. Na busca por candidatos às entrevistas, ela é recebida por Jerusa, uma senhora moradora de um antigo sobrado. O que seria apenas uma conversa trivial vai se transformando numa troca de afetos, dores e memórias entre gerações.’
  3. Eles sempre falam por nós (2017)
    ‘A história do Quilombo dos Luízes, território negro ancestral formado no século XIX, antes da fundação da cidade de Belo Horizonte, e que há séculos mantém uma tradição de lideranças femininas. Hoje, o quilombo está cercado de edifícios de classe média e tem de lutar por seu patrimônio cultural.’
  4. Clementina (2018)
    ‘Carnavalesca, cantora, dona de uma voz excepcional forjada na experiência do samba do morro, Clementina de Jesus tornou-se o elo entre a música brasileira e suas raízes africanas. O filme recupera o seu legado artístico e sua trajetória biográfica como neta de pessoas escravizadas de uma fazenda de café.’
  5. A negação do Brasil (2000)
    ‘A presença do negro na televisão brasileira dos anos 1960 até os dias de hoje. A partir de farto material de arquivo e de entrevistas com atores e atrizes, Joel Zito Araújo coloca o dedo em feridas ainda abertas – os estereótipos, o preconceito racial e a representatividade negra na teledramaturgia.’

Caso você seja produtor independente e queira que alguma de suas obras faça parte do catálogo do Itaú Cultural Play futuramente, pode entrar em contato pelo e-mail deles, que é o [email protected]

Compartilhe

Vinícius Gonçalves
Geminiano, viciado em tecnologia, filmes de terror e cinema.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES