fbpx
19.5 C
São Paulo
terça-feira, 07 dezembro 2021
HomeModaCrochê de presidiário, coleção de 10 peças e casting negro - os...

Crochê de presidiário, coleção de 10 peças e casting negro – os destaques da SPFW N50

A São Paulo Fashion Week (SPFW N50) estreou numa vibe bem diferente das edições anteriores, além da novidade de serem apresentadas de forma virtual. E, os destaques ficaram por conta das marcas que apresentaram moda mais inclusiva, coleção formada por apenas 10 peças e desfiles com casting composto por 100% de modelos negros – resultado do decreto moral  feito entre a organização do evento e a Plataforma “Mais Pretos na Moda”.

Na sequência, confira os 3 melhores, e interessantes, desfiles que expressam a cara da “nova” SPFW N50.

Lenny Niemeyer

peças do desfile da SPFW N50
looks do desfile virtual de Lenny Niemeyer verão 2021 – SPFW N50

Num desfile impecável apresentado num balé de dança contemporânea e composto por somente bailarinas/modelos negras, Lenny Niemeyer apresentou um dos desfiles mais bonitos na estreia da semana de moda paulistana. A marca de beachwear sofisticada foi para um caminho de peças com pegada futurista e toque de sensualidade. Dá play no video e curta o show de dança, cores e bom gosto apresentado no desfile da estilista.

Korshi 01

Modelos desfile SPFW N50
looks do desfile virtual da Korshi 01 – SPFW N50

A marca Korshi 01 abriu o segundo dia do evento apresentando coleção composta por apenas 10 peças  propondo que se consuma menos, através de roupas multifuncionais – uma mesma peça, pode ser transformada em outras peças.

A marca de Pedro Kurzempa pratica o conceito de armário cápsula, onde poucas peças se transformam em vários looks! Veja o video do desfile.

A Doc com o Projeto Ponto Firme

Modelos desfile do Projeto Ponto Firme SPFW N50
looks do desfile virtual da Doc com o Projeto Ponto Firme – SPFW N50

A Doc com o Projeto Ponto Firme (2015) apresentou a coleção do idealizador e estilista Gustavo Silvestre que trabalha com detentos da penitenciária Desembargador Adriano Marrey, em Guarulhos (SP). Gustavo ensina aos detentos técnicas de trabalhos manuais destacando o crochê – base da coleção apresentada. Outra, iniciativa bacana do Projeto foi desenvolver as peças 100% upcycling que mistura resíduos têxteis com peças reaproveitadas e crochê. E outra novidade para este ano são que as peças de coleção poderão ser comercializadas, embora feitas dentro do presídio ( o que não era permitido). Porém, com o lockdown do Covid-19 o estilista fez a produção das peças com a mão de obra dos egressos Anderson FigueiredoAnderson Joaquim e Thiago Araújo, que foram seus alunos na penitenciária. Abaixo confira o making of da criação da coleção e o desfile apresentado na SPFW N50.

Você também pode gostar de ver:https://todosnegrosdomundo.com.br/spfw-representatividade-edicao-vinte-cinco-anos/

Compartilhe

Carol Lee Dutrahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Graduada em Gestão e Design de Moda pela Universidade Euro-Americana de Brasília atuo como Colunista de Moda na plataforma TNM e atual presidente da ONG IMNEGRA de auxílio e capacitação de mulheres em situação de vulnerabilidade.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES