fbpx
19.5 C
São Paulo
sábado, 27 novembro 2021
HomeNotíciaSemana da Dança vai até 30 de abril

Semana da Dança vai até 30 de abril

Até 30 de abril, Cia. Sacana realiza a Semana da Dança, com oficinais gratuitas e diversas, celebrando majoritariamente corpos negros.

Para muitas pessoas, a arte tem sido um lugar de respiro nos tempos tão nefastos que a pandemia e o genocídio causado pelo governo em decorrência da pandemia têm nos feito presenciar. A Semana da Dança é pra essas pessoas!

E também para quem já cansou das telas, mas sempre acha um espaço pra conhecer e valorizar a cultura criada por corpos não hegemônicos. Assim é o trabalho da Cia. Sacana, que é composta em sua grande maioria por jovens artistas pretas.

Cia. Sacana e a Semana da Dança

Até o dia 30 de abril, a Cia. Sacana realizará, através de transmissões ao vivo em seu canal do YouTube, a Semana da Dança, com uma programação diversa que objetiva a expansão da consciência corporal e o entendimento de novas formas de dança.

O projeto é uma realização da 1ª Edição de Apoio à Cultura Negra do Município de São Paulo.  

Márcia Guzzo exalta a mulher afro-brasileira, a arte de rua e a ancestralidade em novo videoclipe

Semana da Dança: DESARRANJO CORPORAL

Hoje, às 20h, Ricardo Januário conduz a oficina “DESARRANJO CORPORAL” – uma aula pensada para investigar novos gestos, se apropriando do espreguiçar, acolher, contrair e aquecer. Ela é destinada a todes que querem sem colocar em fluxo, gerando autonomia e agilidade corporal a partir de suas próprias condições físicas e mentais.

Entre outras coisas, Ricardo Januário da aulas de dança, inclusive durante a pandemia ofereceu vivências online a valores solidários.

Ricardo Januário conduz hoje a oficina “DESARRANJO CORPORAL” na Semana da Dança. (Foto: Reprodução)

BRINCANDO DE DANÇAR

Às 12h da quarta-feira, Tatiane Martins será responsável pela oficina “BRINCANDO DE DANÇAR”, que é voltada para crianças e abordará procedimentos que estimulam o equilíbrio, a apropriação, percepção e exploração do esquema corporal por meio de atividades lúdicas e simbólicas, despertando o ritmo, a musicalidade, noções de tempo, espaço, pianos e direções.

Tatiane Martins é artista da dança, bailarina, intérprete-criadora, preparadora corporal, coreógrafa, arte-educadora e educadora física.

CORPO TRANSCEDENTAL

Na quinta-feira, a partir das 17h, Tata Nzinga nos apresentará à oficina “CORPO TRANSCENDENTAL”, que oferece desafios propostos por novas formas de se movimentar, trazendo como base algumas  das danças negras contemporâneas africanas e diáspora: kuduro, ragga, dança dos orixás, samba e o ijexá.

Tatá Nzinga é artista e pode ser vista nas redes sociais, inclusive em algumas de suas “Aulas de Dança Negra Contemporânea”.

DESCOLONIZAÇÃO DE CORPAS PRETAS Y GORDAS

Fechando o evento, Lu Big Queen mostra, no dia 30, às 20h, a oficina “DESCOLONIZAÇÃO DE CORPAS PRETAS Y GORDAS”, guiada por jogos, sequências coreográficas e experimentações, dança e moda se conectam. 

Lu Big Queen é influenciadora, modelo, dançarina, atriz, performer, internacionalista e integrante da Cia. Sacana.

Compartilhe

Thais Senahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Sou professora de inglês, formada em Comércio Exterior, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e parte do grupo de Pesquisa Laroyê - Culturas Infantis e Pedagogias Descolonizadoras. Já atuei como professora voluntária e em projetos populares, fez formação em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Conselho Britânico e há 6 anos atua também na Ebony English, que ensina inglês com cultura negra.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES