fbpx
19.5 C
São Paulo
terça-feira, 07 dezembro 2021
HomeNotíciaRegina King estreia na direção cinematográfica

Regina King estreia na direção cinematográfica

O filme marca a primeira vez em que uma mulher negra é representada na direção do Festival de Veneza.

O filme One Night in Miami [Uma Noite em Miami, em tradução livre] teve seus direitos comprados pela Amazon Studios e é o filme de estreia da atriz e agora diretora Regina King.

Embora seja seu primeiro trabalho como diretora, a carreira de King é longa: sua estreia na TV aconteceu em 1985 e, desde então, ela já recebeu o prêmio BET de melhor atriz, em 2005, pelo filme Ray, que conta a vida de Ray Charles, que também lhe rendeu outras premiações, como o NAACP, e mais recentemente o Oscar de atriz coadjuvante por sua atuação em Se a Rua Beale Falasse.

Kanye West sobre a Forbes: ‘Eles são meus supremacistas brancos favoritos’

A produção é uma adaptação da peça de mesmo nome e fala sobre uma noite em que Muhammad Ali, Jim Brown, Sam Cooke e Malcom X se reúnem para comemorar a vitória de Ali nos ringues e discutir o futuro dos direitos civis nos anos 60. O filme teve sua estreia no Festival de Veneza e marcou a primeira vez em que uma mulher negra tem sua direção representada no evento.

O roteirista será Kemp Powers, que também trabalhou na peça que inspirou o filme e em Star Trek: Discovery. “Coloquei meu coração e minha alma nestes projetos. Eu quis conectar em um nível humano”, diz Powers.

A Amazon Studios comprou os direitos do filme depois do que a Variety descreveu como “uma das maiores vendas de filmes independentes da história recente”. O filme será lançado ainda em 2020.

Confira o trailer, com os personagens falando sobre a expectativa de uma festa que Malcom anuncia ser um pouco diferente do comum:

Compartilhe

Thais Senahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Sou professora de inglês, formada em Comércio Exterior, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e parte do grupo de Pesquisa Laroyê - Culturas Infantis e Pedagogias Descolonizadoras. Já atuei como professora voluntária e em projetos populares, fez formação em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Conselho Britânico e há 6 anos atua também na Ebony English, que ensina inglês com cultura negra.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES