fbpx
19.5 C
São Paulo
sexta-feira, 03 dezembro 2021
HomeNotíciaAPAN e Netflix oferecem auxílio emergencial

APAN e Netflix oferecem auxílio emergencial

A APAN (Associação de Profissionais do Audiovisual Negro) se une a Netflix para oferecer auxílio emergencial à pessoas em situação de vulnerabilidade do audiovisual.

Há muito falamos sobre a importância da união entre a comunidade negra. Em parte por nossa própria necessidade de se (re)conectar com os nossos e nossa ancestralidade. Mas também porque quem quer nos derrubar trabalha em conjunto há tempos… E, pensando nisso, é com muita satisfação que compartilhamos uma parceria entre a APAN (Associação de Profissionais do Audiovisual Negro) e a Netflix.

Desde o início da pandemia, em especial nos Estados Unidos, muitos artistas têm se manifestado e oferecido sua solidariedade através de doações em dinheiro à comunidades negras que se encontram em situações de vulnerabilidade ainda maior em decorrência da quarentena. E quase sempre que isso acontece, recebemos como retorno pessoas questionando porque isso não acontece por aqui. Bem, aí está uma iniciativa.

APAN

A APAN (Associações de Profissionais do Audiovisual Negro) é uma instituição de fomento, valorização e divulgação de realizações audiovisuais protagonizadas por negras e negros bem como a promoção de profissionais também negros para o mercado audiovisual.

A APAN está envolvida em projetos diversos e conta com parceiros como a Afroflix, a Todesplay e a Amazon. No site, você pode acompanhar ações como a plataforma EAD e o Festival Internacional de Audiovisual Negro do Brasil.

É do audiovisual e está com dificuldades em decorrência da pandemia? Conheça a iniciativa da APAN em parceria com a Netflix e descubra se é elegível ao auxílio emergencial. (Foto: Reprodução)

FAPAN

O Fundo de Amparo a Profissionais do Audiovisual Negro (FAPAN) é uma ação  promovida pela Associação de Profissionais do Audiovisual Negro (APAN) com intuito de ajudar profissionais  LGBTQIA+, negros, mulheres chefes de família e pessoas com deficiência física (PCDs) no mercado audiovisual. 

Em parceria com a Netflix, a associação ampliou  o alcance do  fundo,  garantindo um maior número de profissionais beneficiados – ou representantes legais de empresas vocacionadas – com uma parcela única no mês de maio, de R$2.000,00 ou R$4.000,00. Ao todo, serão beneficiados 875 profissionais e 275 representantes legais.

Confira todos os requisitos e a relação de documentos necessários aqui.

Compartilhe

Thais Senahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Sou professora de inglês, formada em Comércio Exterior, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e parte do grupo de Pesquisa Laroyê - Culturas Infantis e Pedagogias Descolonizadoras. Já atuei como professora voluntária e em projetos populares, fez formação em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Conselho Britânico e há 6 anos atua também na Ebony English, que ensina inglês com cultura negra.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES