fbpx
19.5 C
São Paulo
quinta-feira, 02 dezembro 2021
HomeNotíciaEx-militar mata homem negro por racismo, nos EUA

Ex-militar mata homem negro por racismo, nos EUA

Foto de Caugman, em seu twitter.
Timothy Caughman. Foto: Reprodução/Twitter

Na última segunda-feira (20), mais uma pessoa foi vítima de racismo e teve sua vida interrompida. Timothy Caughman, um homem negro de 66 anos, foi morto a facadas em Manhattan, pelas mãos de um ex-militar de 28 anos, James Jackson. No dia seguinte ao assassinato, o criminoso se entregou à polícia, a quem declarou odiar e atacar pessoas negras.

Segundo a polícia, James desferiu muitos golpes à faca sobre Caughman, um senhor em situação de rua que mantinha no Twitter a descrição enquanto quem recicla latas e coleciona autógrafos. O crime aconteceu às 23 horas da segunda-feira e, diante do acontecido, o procurador de Manhattan anunciou uma campanha que estimula a denúncia de crimes raciais.

Segundo declarações da polícia, a agressão foi motivada por uma briga, entre os bairros de Chelsea e Hell’s Kitchen. Apesar dos graves ferimentos, a vítima conseguiu denunciar o crime na delegacia em que chegou com dificuldade, e foi levado ao hospital, onde infelizmente não resistiu e morreu. Timothy é mais um expoente do reflexo do sistema escravocrata que permanece matando a carne mais barata do mercado, não só nos EUA ou Brasil, mas no mundo.

Compartilhe

Amanda Sthephaniehttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Preta. Pobre. Poeta. Periférica. Prounista. Filha de Oxum, tem paixão pela palavra e estuda o último ano de Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES