Moda

No SPFW, ‘mensagens invísiveis’ nos corpos de modelos

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Na última quinta-feira (16), na São Paulo Fashion Week, durante a passarela de Amir Slama, uma campanha do ‘Estadão’ em conjunto com a agência de publicidade FCB, “Sexismo Invisível”, chamou atenção: mensagens de empoderamento feminino, que só podiam ser vistas sob o flash das câmeras, foram escritas nos corpos das mulheres.

As frases ‘Decote não é convite’, ‘Minha saia não é permissão’, ‘Me visto como eu quiser’ e ‘Perna de fora não é provocação’ foram escritas com uma tinta especial importada dos EUA e geralmente usada por ciclistas que pedalam à noite, em diferentes partes do corpo das modelos, de acordo com as roupas que vestiam.

A ação não usou um pigmento especial à toa. Assim como a tinta, a desigualdade de gênero e a violência contra a mulher também são velados. Por isso, a campanha resolveu ‘dar uma luz’ a essas questões, explicitando que tá na moda refletir sobre as opressões a que somos submetidas e, mais ainda, mudar nosso mundo.

Já que ninguém nunca esquece do SPFW, um dos mais prestigiados eventos da moda, que fique fresco na memória que roupa não é – e nunca será – um convite para a violência.

 

Reprodução/Adnews

Reprodução/Adnews

Foto: Reprodução/Ze Takahashi/Agência Fotosite

Foto: Reprodução/Ze Takahashi/Agência Fotosite

Foto: Reprodução/JF DIORIO /ESTADÃO

Foto: Reprodução/JF DIORIO /ESTADÃO

 

 

 

 

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By Amanda Sthephanie
Load More In Moda

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

Festa tradicional de Ribeirão Pires elege Princesa Negra

O Festival do Chocolate é uma festa tradicional da ...