Agenda

40 anos da série “Cadernos Negros”

No Dia da Consciência Negra,  a Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos celebra os 40 anos de publicação da série Cadernos Negros, importante veículo da produção literária afro-brasileira, cujo primeiro volume data de 1978. O evento, que acontece nesta segunda-feira (20) às 16h30, conta com um uma performance e mesa de debate.

O primeiro volume da série “Cadernos Negros” contava com os poetas Henrique Cunha Jr., Angela Lopes Galvão, Eduardo de Oliveira, Hugo Ferreira, Celinha, Jamu Minka, Oswaldo de Camargo e Luiz Silva (Cuti), sendo a publicação motivada pelas lutas por liberdade no continente africano, na década de 1970.

É coisa de preto ser poeta. A prova disso é que o trajeto percorrido por esses nomes permanece ocupado por novos nomes. Muitos publicados, outros não. Com punhos cerrados e bocas abertas, declamando a poesia marginal. Aquela que, assim como a publicada em “Cadernos Negros” é símbolo de resistência.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

40 anos de Cadernos Negros
Por QUILOBHOJE LITERATURA
20/10, segunda-feira, às 16h30
Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos
Avenida Paulista, 37 – próximo à estação Brigadeiro do metrô.
Funcionamento: de terça a sábado, das 10h00 às 22h00. Domingos e feriados, das 10h00 às 18h00.
Convênio com o estacionamento Parkimetro: Alameda Santos, 74 (exceto domingos e feriados).
Telefone: (11) 3285-6986 | (11) 3288-9447 | www.casadasrosas.org.br

Compartilhe esta notícia
  • Foto: Divulgação
    Agenda

    40 anos da série “Cadernos Negros”

    No Dia da Consciência Negra,  a Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos celebra os 40 anos de publicação da ...
Load More Related Articles
Load More By Amanda Sthephanie
Load More In Agenda

Facebook Comments

Um comentário


  1. Otaviano

    18/11/2017 em 16:45

    Muito bom. História, resistência e arte.

    Responder

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

Batanga & Cia convida para a 6ª edição de “O Afrokubano”

Para abrir o último mês do ano, no ...