fbpx
19.5 C
São Paulo
quarta-feira, 01 dezembro 2021
HomeNotíciaVitesse.LAB promove o festival Lab.5D para discutir inclusão, diversidade e hábitos de...

Vitesse.LAB promove o festival Lab.5D para discutir inclusão, diversidade e hábitos de consumo

A inquietação e o desejo de transformar e expandir os conhecimentos em torno da diversidade propuseram o lançamento do Festival Lab.5D  nos dias 4, 5 e 6 de setembro. Serão cinco experiências por vídeo chamada ao vivo, conhecidas por masterclasses, que serão conduzidas por especialistas que, nesse evento, são denominados de “manjadores”. Com esse propósito, a Vitesse.Lab, que é uma plataforma coletiva focada em inovação a partir da experiência de aprendizagem horizontal, já realizou experiências para grandes empresas e instituições de forma inovadora. Com abordagens variadas, os encontros se propõem a debater diferentes aspectos que envolvem e discutem sobre diversidade, inclusão trans, ancestralidade afro-brasileira e economia consciente, entre outros temas. 

O impacto do comercial do horário nobre com Gabi Oliveira

De acordo com Beto Siqueira, um dos idealizadores da iniciativa e fundador da Vitesse.Lab, o festival ocorre em sintonia com uma real necessidade da sociedade por mudanças. “Hoje, o mundo está clamando por outras possibilidades e olhares para que a gente possa, por meio dessa nova forma de ver as coisas e desses encontros on-line, termos insights criativos de como sair dessa situação que o próprio ser humano se colocou depois de 2020 anos de uma cultura perniciosa para si mesmo”, diz.

Enquanto elemento facilitador, o festival proporcionará cinco experiências, sendo que cada uma delas terá três horas de duração e será dividida em dois blocos (um temático e um interativo), nos quais o conteúdo será apresentado de forma dinâmica com os participantes. “Esses encontros, embora inspirados na vivência laboratorial em que tudo é testado, não terá limitações para que as pessoas também possam aprender com os próprios erros. Essa troca de conhecimentos com embasamentos práticos deve contribuir para estimular mudanças de valor com base no acolhimento, gerando relações interpessoais significativas e inovadoras que impactem no autoconhecimento e na forma como os indivíduos se relacionam com o entorno. Aqui na Vitesse.Lab acreditamos em experiências de aprendizagem horizontal e que, por meio da escuta e da troca, podemos aprender a ser mais flexíveis”, afirma Thays Mendes, cocriadora do Festival Lab.5D. 

Com vagas limitadas, as masterclasses podem ser adquiridas pelo valor de R$89 (cada masterclass) na plataforma do Sympla até uma hora antes do início da vídeo chamada. Há preços progressivos para quem desejar participar de todas as experiências. 

Bémok Kayapó
Na cultura Kyapó, Bémok significa “O Salvador”. Representante de mais de 50 aldeias, o cacique responsável pelas denúncias de várias entidades governamentais e ONGs que desviaram milhões de dólares destinados aos indígenas por meio do Fundo Kayapó e Fundo Amazônico. Durante sua jornada, Bemóke encontrou apoio nas relações com os amigos ‘kubén’, que significa brancos em Kayapó, e por meio desses novos laços pode desenvolver diferentes formas de amor, um novo discurso de paz e intensas mudanças internas, já que foi treinado desde criança para ser um guerreiro, defendendo-se dos brancos e escondendo suas emoções. Além de ser um dos mais importantes representantes indígenas, defensor dos povos originários e resiliente de sua cultura, atua como terapeuta espiritual por meio de exercícios que estimulam o empoderamento e o autoconhecimento para que as pessoas cheguem a uma totalidade de energia.

Beto Siqueira
Conforme ele mesmo se define, é “um extraterrestre que está na Terra para experimentar as possibilidades de realidade dos humanos e expandi-las”. Em sua diversificada atuação profissional, atuou como especialista e professor de Comportamento de Consumo e Empreendedorismo no Senac, na Escola São Paulo e na Escola Panamericana de Arte. Como diretor de arte e especialista em visual merchandising, desenvolveu trabalhos para Johnson&Johnsons, Avon, Adidas, Alexandre Birman, Animale e Nespresso, entre outras. Enquanto coolhunter e jornalista de moda, integrou a equipe do Portal FFW  nas coberturas das temporadas de moda do Fashion Rio e São Paulo Fashion Week. Em paralelo, atuou por mais de oito anos junto ao mercado de influenciadores no Brasil como empresário de digital influencers, criador de conteúdo e pesquisador do assunto. Formado em terapias integradas e inúmeras abordagens de terapias quânticas, é fascinado por metafísica, física quântica, hipnose e psicanálise. Seu trabalho, para ele, é um mix de arte, ousadia, inteligência de mercado, on-line e off-line, tendo como principal combustível sua habilidade em ajudar as pessoas e marcas a ressignificar seus valores e hábitos.

Gabi Neves
Neurocomunicadora que usa de seus conhecimentos de comunicação e neurociências para ajudar pessoas e marcas a se posicionarem. Vive em constante processo de pesquisa e, por isso, compartilha seus aprendizados sobre diversidade e comunicação.

Kemla Baptista
Contadora de histórias, escritora, pedagoga, empreendedora social e mãe. Faz parte da  Red Internacional de Cuentacuentos – RIC. Construiu sua experiência sob a inspiração e orientação de grandes mestres da narração oral, cultura popular e literatura infantil. Equede (cargo sacerdotal feminino no candomblé),atua na defesa dos direitos dos povos de terreiro, promovendo itinerância de espetáculos e ateliês criativos para crianças em comunidades tradicionais do Rio de Janeiro e de Pernambuco. Criou, há 12 anos, o “Caçando Estórias’, que é uma iniciativa de educação para a diversidade e negócio social que desde 2008 realiza ações que já impactaram mais de 25 mil crianças, suas famílias e educadores pelo Brasil. Este projeto foi reconhecido, em 2018, como um dos 50 negócios sociais mais relevantes de Pernambuco pelo Porto Social. Em 2019, devido à atuação na criação de conteúdo para internet, foi selecionado para a aceleração do ‘Creators Boost’, realizado pela Youpix. E no mesmo ano, por elaborar e realizar iniciativas considerando a pluralidade das infâncias, passou a integrar a Rede Nacional Primeira Infância – RNPI. Em 2020, lançou dois livros: “O Vovô Mais Treloso do Mundo” e “A Festa da Cabeça”.

Maira Rio Branco
Cofundadora do Grupo AsAguadeiras no Acre, responsável pelo espetáculo “Indocumentados”, que reflete sobre as identidades que estão em constante transformação, sendo influenciadas por relações de poder. Psicóloga e atuante na modalidade de Acompanhamento Terapêutico, na área clínica de orientação psicanalítica e na psicologia social, professora na Universidade Federal do Acre no curso de Psicologia por dois anos e mestranda no Programa Linguagem e Identidade,  da Universidade Federal do Acre, com pesquisa que discute a implementação do manicômio e a representação das loucuras nas amazônias. Questionadora da maioridade branca e da centralidade da referência eurocêntrica na Psicologia, aprofunda-se nos escritos teóricos de psicólogas brasileiras e negras que discutem o impacto do racismo nas subjetividades negras e estuda os impactos da desterritorialização, colonização, colonialidade, racismos e preconceitos na Amazônia.Apaixonada por artes, também é atriz, instrumentista, diretora, produtora musical e técnica em música. 

Valéria Barcellos
É um dos nomes mais respeitados da cena cultural de Porto Alegre (RS) e reconhecida internacionalmente como cantora, atriz, escritora, professora e ativista das causas de inclusão de pessoas LGBTQI+. Foi a primeira mulher trans a receber o Troféu Mulher Cidadã, em 2016, por sua atuação cultural na cidade.  Ainda em 2016, engajou-se no projeto Transparecer, de inclusão de pessoas trans no mercado de trabalho, que, além de auxiliar na procura de vagas também presta serviços de formação profissional. Como negra, cantora, trans e com seu senso de humor e domínio, acumulou conquistas, como abrir os shows de Katty Perry e Elza Soares, participou do programa ‘Amor & Sexo’ e, recentemente, teve duas edições do festival Valente em sua homenagem para angariar fundos que auxiliaram em seu tratamento contra o câncer e outras pessoas que passam pela mesma situação. Tendo sido vítima da violência transfóbica, usa sua arte e projeção para promover direitos para si e para outras. 

AGENDA FESTIVAL LAB.5D

4/9 (sexta-feira)
18h: Welcome virtual-drinks
19h: Masterclass: Trans.Pondo Ideias com Valéria Barcellos

5/9 (sábado)
13h: Masterclass: Abre Caminho com Kemla Baptista
17h: Masterclass: Futuro do Consumo Consciente com Beto Siqueira
20h: Pocket Show com Valéria Barcellos

6/9 (domingo)
13h: Masterclass: Deixa a Perifa Ensinar com Gabi Neves
17h: Masterclass: Turbo Flex Liderança Flexível com Bemok Kayapó e Maira Rio Branco

Site: https://www.vtslab.com.br
Facebook: @arrobabetosiqueira
Instagram: @betosiqueira @vtslab

Compartilhe

Vinícius Gonçalves
Geminiano, viciado em tecnologia, filmes de terror e cinema.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES