fbpx
19.5 C
São Paulo
domingo, 23 janeiro 2022
HomeDivulgaçãoTati Villela é indicada à premiação como melhor atriz 

Tati Villela é indicada à premiação como melhor atriz 

Após estreia no cinema, niteroiense com o filme “Mundo Novo”, dirigido por Álvaro Campos, atriz colhe os frutos de sua atuação

 

Tati Villela é a protagonista do longa metragem “Mundo Novo”. A história tem como um dos cenários a favela do Vidigal, Rio de Janeiro. A narrativa acompanha um grupo de talentos da comunidade, além de mostrar as vivências de um casal inter-racial em um país de estrutura racista.

Nesse contexto, o casal Cons e Presto se desloca entre bairros do Vidigal e do Leblon passando pelas desigualdades instaladas na cidade do Rio de Janeiro. A produção ocorreu durante a pandemia da Covid-19, em apenas seis dias, com equipe reduzida de cerca de 15 pessoas. 

“Para mim, ainda é tudo muito novo. Esse é o meu primeiro longa e já estreio como protagonista, concorrendo ao Troféu  Redentor de melhor atriz”, celebra Tati Villela após dar vida à advogada Conceição, no filme “Mundo Novo”.

O Troféu Redentor é premiação consagrada de cinema no Rio de Janeiro, escolhendo os melhores destaque do ano.

Capa do filme "Mundo Novo" protagonizado por Tati Villela
Capa do filme “Mundo Novo” protagonizado por Tati Villela | Foto: Divulgação

Vale do Anhangabaú recebe a peça ‘Cheganças’, Auto de Natal que reúne artistas populares, circenses e violeiros, no dia 19/12, às 17h

Tati Villela

Tati Villela (@tativillelaa) tem uma carreira consolidada no teatro. A niteroiense, de 35 anos, por meio desse reconhecimento, colhe os frutos de sua entrega a essa personagem. “Ter um filme exibido no Festival do Rio, um dos festivais de cinema mais importantes e visados do Brasil, me deixa muito feliz pois é saber que o meu trabalho está chegando em outros lugares e alcançando diferentes pessoas”, ressaltou. 

Com uma economia reservada, Cons, como é carinhosamente conhecida, é uma advogada com uma carreira promissora. Já Presto, mais jovem que ela, é um artista cheio de sonhos. Durante o período de isolamento social, eles se aproximam mais intimamente e Presto decide morar com Cons em sua casa, localizada no Leblon. “A minha personagem é a Conceição, uma mulher que tenta enxergar no Presto o homem para dividir a vida, para casar, morar no mesmo lar e constituir uma família”, conta a atriz. 

Após estreia no cinema, niteroiense Tati Villela é indicada à premiação como melhor atriz
Após estreia no cinema, niteroiense Tati Villela é indicada à premiação como melhor atriz | Foto: Divulgação

De acordo com Tati Villela, apesar de seu relacionamento, ela se sente insegura em relação ao seu amor por ele e se realmente o ama por inteiro. “Eles estão juntos, mas ao mesmo tempo separados. Cons sabe que é bem sucedida e que em pouco tempo, com a estabilidade de sua vida profissional, poderia comprar o mesmo apartamento, que é do seu sogro milionário, sem precisar do seu cunhado como fiador do seu apartamento no Leblon como deseja Presto”, disse. 

Miguel Arcanjo Prado é indicado ao Prêmio Governador do Estado de São Paulo para as Artes

Rompendo barreiras numa sociedade que marginaliza a imagem da mulher negra, a vida de Tati se confunde com a de sua personagem no que tange a força negra feminina em meio ao racismo estrutural. “É importante representarmos mulheres negras bem sucedidas no audiovisual. Precisamos nos acostumar com essa realidade. O mercado está cheio de atores negros ávidos para trabalhar e querendo oportunidades para poder representar personagens múltiplos, contribuindo para a formação de novos imaginários, novas narrativas, trazendo para o centro da cena outras perspectivas e  subjetividades”, pontua. 

E completa dizendo: “É uma grande honra estar na competitiva ao lado de outras atrizes e fazedores de arte que eu tanto admiro como Lázaro Ramos, Taís Araújo, Ailton Graça, Joelzito Araújo, entre outros. Estou muito feliz em mostrar o meu trabalho nesse festival e comemorar a volta presencial aos cinemas”.

Compartilhe

Maria Angélicahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Tenho 22 anos, sou nascida e criada no litoral, caiçara com muito orgulho. Além disso, também sou formada em Comunicação Social - Jornalismo. Sempre me encantei com o poder das palavras e por isso sinto que o jornalismo me escolheu, durante a minha breve trajetória profissional tive a oportunidade de contar histórias lindas e é o que pretendo continuar fazendo.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES