fbpx
19.5 C
São Paulo
segunda-feira, 17 janeiro 2022
HomeNotíciaTaís Araújo e Lázaro Ramos

Taís Araújo e Lázaro Ramos

Acompanhe a história de amor, separação, dúvidas, imperfeições e cumplicidade de Taís Araújo e Lázaro Ramos.

De um lado, uma modelo, atriz e apresentadora. De outro, um ator, apresentador, diretor e escritor. Taís Araújo e Lázaro Ramos são, como disse uma capa da Veja, o casal mais influente do Brasil. Mas Taís não se deixa enganar. Ao ser questionada a respeito, ela mesma diz “[o casal mais influente do Brasil] dessa semana. Dessa temporada.” Para nós, enquanto população negra, são uma referência ainda maior. Em especial em uma mídia em que pessoas negras são majoritariamente retratadas em cenários de violência, ter um casal preto em quem se inspirar faz muita diferença.

Mas o imaginário que construímos sobre o relacionamento perfeito também tem prós e contras. Às vezes, a gente também precisa de um choque de realidade para lembrar que eles são só duas pessoas em um relacionamento como qualquer um de nós e que relacionamento dá certo, mas também dá errado, precisa de cuidado e muita compreensão. E eles falam sobre os momentos difíceis também. Acompanhe a história e veja o que você já conhecia (ou não) sobre o casal.

Taís Araújo e Lázaro Ramos comemoram 16 anos de união

Taís e Lázaro: como tudo começou

Em entrevista ao #DeCarona, Taís conta que ela e Lázaro se conheceram nos estúdios Globo, quando ela ainda gravava a novela Da Cor do Pecado. Lázaro disse que estava indo visitar Matheus Nachtergaele, mas era mentira. Você já ouviu aquela história de que Taís estava noiva quando tudo começou? É verdade.

Taís começou a se interessar por Lázaro mas, ao contar para sua melhor amiga sobre suas frequentes visitas ao estúdio, descobriu que ele estava saindo com outra mulher. Um dia, Taís estava no Projac e Lázaro enviou rosas vermelhas com a mensagem “Toda a minha admiração.” Ela não quis responder com medo de que ele a convidasse para jantar, então enviou flores de volta com a mensagem “A admiração é toda minha.”

Daí nasceu uma história de amor?

Ledo, ledo, ledo. No dia seguinte, Taís descobriu que Lázaro havia dado as flores que recebeu dela para a mulher com quem estava saindo. Pouco depois, ela soube que ele estava no mesmo evento em que ela apresentaria um prêmio, o abordou e disse: “Obrigada pelas flores […] Devem ter ficado lindas na casa da ‘fulana’. Mas tinha que ter ficado na minha, né? Porque fui eu que paguei.” Lázaro quis se explicar, mas Taís disse que não precisava e foi embora.

Muito tempo depois eles se reencontraram para um programa que Taís queria gravar com ele, depois viajaram para Brasília, mas nada aconteceu. Ao final da gravação de Da Cor do Pecado, Taís foi para Nova Iorque. Ela ainda estava noiva, mas o noivo se recusou a ir com ela e as coisas foram esfriando a partir daí. Enquanto isso, ela manteve contato com Lázaro, que deu várias dicas da cidade. Ao entrar no avião, ela conta que recebeu uma ligação de Lázaro dizendo: “Então queria que você viesse pensando numa coisa assim. Eu tô apaixonado por você.”

Aí finalmente deu tudo certo, né, Taís e Lázaro?

Sim e não. Taís voltou de Nova Iorque, terminou com o noivo e só depois se envolveu com Lázaro. Eles ficaram juntos por 2 anos e depois se separaram por 8 meses. Reataram, se casaram em 2011 e desde então tiveram dois filhos, João Vicente e Maria Antônia, e passaram a trabalhar em diversos projetos juntos. Taís conta que, antes disso, eles quase nem tiravam fotos juntos e de repente se viram como capas de diversas revistas. Mas ela não acha ruim: “Num país que teve 300 anos de escravidão, em que a gente tem uma vida ainda tão difícil, que o povo preto desse país, pô, a gente sofre pra cacete […], eu acho que é importante, sim. […] Acho que é bonito. Acho que é necessário. Fortalece todo um povo. Fortalece uma identidade.”

Altos e baixos

Como todo relacionamento, Taís e Lázaro têm seus momentos de altos e baixos. Em entrevista ao programa “Que Loucura é Essa?”, os dois falaram sobre momentos em família, a conciliação da vida profissional com a amorosa e a familiar e Lázaro contou que, um dia, seu filho, que na época tinha 5 anos, pediu para que o pai não o levasse até a sala de aula. Ele, que já havia avisado ao filho que seria o tipo de pai que faz os filhos passarem vergonha, o pegou no colo, levou até a sala e lambeu sua bochecha na sala “pra entender como é que é”.

Mas, durante a quarentena, um período que não tem sido fácil para ninguém, Lázaro contou que pensou em se separar de Taís. Ele atribui essa ideia ao estresse de trabalhar na quarentena, mas conclui “Eu entendi que, agora, não largo dela por mais nada. Porque se passou da quarentena, se passou das brigas da quarentena, se ainda tem o tesãozinho de vez em quando… Agora não largo mais”.

Taís também conta à revista Época que pensou em achar uma casa só para ela, não por um desejo de se separar, mas de ter o seu próprio espaço.

O Topo da Montanha', com Lázaro Ramos e Taís Araújo, volta ao Rio de  Janeiro | globo teatro | Rede Globo
Taís e Lázaro na peça O Topo da Montanha. (Foto: Reprodução)

O topo da montanha

Depois da tempestade, a bonança. Durante esta quarentena, Lázaro e Taís também falaram sobre renovar os votos de casamento. É só esperar a pandemia acabar, segundo Lázaro. Durante a pandemia, eles também comemoraram 16 anos de união e teve muito textão pelas redes sociais.

Seja como for, lá em 2016, quando estavam apresentando a peça O Topo da Montanha, o casal foi questionado sobre achar que estavam no topo da montanha, para o que Taís respondeu: “Não. Imagina onde a gente quer chegar, hein, se a gente tá falando que não tá no topo da montanha.” É, estamos imaginando, Taís.

Compartilhe

Thais Senahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Sou professora de inglês, formada em Comércio Exterior, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e parte do grupo de Pesquisa Laroyê - Culturas Infantis e Pedagogias Descolonizadoras. Já atuei como professora voluntária e em projetos populares, fez formação em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Conselho Britânico e há 6 anos atua também na Ebony English, que ensina inglês com cultura negra.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES