fbpx
19.5 C
São Paulo
sexta-feira, 03 dezembro 2021
HomeTelevisão"Tá no Ar" é questionado sobre ausência de negros

“Tá no Ar” é questionado sobre ausência de negros

Nesta terça, às 23 horas, estreia a quinta temporada de “Tá no Ar”, exibido na Rede Globo e conhecido por abordar assuntos polêmicos. Para celebrar mais uma edição do programa humorístico, há duas semanas, foi realizada uma cerimônia de lançamento nos estúdios da Globo do Rio, o Projac, com a presença de atores, roteiristas, diretores, jornalistas e universitários.

Segundo a Folha de São Paulo, durante um bate-papo sobre o programa, dada a palavra aos convidados, uma menina negra questionou o que muitos gostariam, após elogiar que o programa esteja há cinco anos no ar: “Por que não há atores negros?”, com a justificativa de que não se sentia representada.

Embora represente a conquista progressiva de um espaço no principal e mais influente canal brasileiro, “Tá no Ar” – que aborda questões como violência, assédio e conservadorismo – foi inclusive criticado pelo movimento negro após blackface durante um episódio em que atores brancos se pintaram de preto numa paródia do comercial das Casas Bahia. Para reparar o erro, foi apresentado o Branco no Brasil, que expunha as relações de preconceito sob o olhar privilegiado do branco.

No entanto, apesar disso, o elenco permaneceu branco. Para responder à pergunta sobre representatividade negra, Marcius Melhem justificou que “a química de formar um elenco se dá por muitas razões”, acrescentando que gostariam de um programa com representatividade, que aumentaria o leque de opções, e talvez tenha sido uma falha não encontrar uma química com ninguém.

No mesmo sentido, lembrou ainda da participação especial de atores como Érico Brás na temporada passada e que convites a atores negros foram realizados, mas por questões de agenda a participação não foi efetiva. Finalizou reconhecendo a disparidade racial: “Na nossa redação também não tem um negro. É complicado. Na nossa direção não tem um negro. E, se você perguntar se dentro da Rede Globo…”.

 

Compartilhe

Amanda Sthephaniehttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Preta. Pobre. Poeta. Periférica. Prounista. Filha de Oxum, tem paixão pela palavra e estuda o último ano de Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES