fbpx
19.5 C
São Paulo
quarta-feira, 01 dezembro 2021
HomeNotícia"Raízes" faz 44 anos e LeVar Burton comemora

“Raízes” faz 44 anos e LeVar Burton comemora

A série "Raízes" fez 44 anos e LeVar Burton comemorou compartilhando um pouco das gravações de sua grande estreia na indústria do cinema.

A série “Raízes”, inspirada no livro de mesmo nome de Alex Haley, foi ao ar pela primeira vez em 23 de janeiro de 1977. Num tempo em que atores negros sequer tinham espaço na indústria cinematográfica, a produção veio para mostrar o poder do consumo negro: de acordo com o TV Web, o episódio final da série é, até hoje, o segundo maior recorde de audiência da TV americana.

LeVar Burton vai produzir série documental

A série

“Raízes” conta a história de Kunta Kinte, um homem negro que, no século 18, é escravizado e trazido para a América. A abordagem é muito sensível e rica em detalhes. Haley, o autor do livro, conta a história de Kunta Kinte antes de ele se tornar uma pessoa escravizada, conta de sua vida e sua comunidade.

Nos 44 anos da série, Levar Burton o agradece: “Obrigado, Alex Haley, por cumprir em absoluto com seu destino e compartilhar a história de sua família com todos nós”.

A série foi sucesso absoluto. Com 37 indicações ao Emmy, Raízes levou 9 prêmios para casa, além de um Globo de Ouro. Burton também foi indicado ao Emmy por sua atuação.

O ator, autor, diretor e apresentador LeVar Burton em seu grande primeiro papel, em “Raízes”, como Kunta Kinte. (Foto: Reprodução)

Raízes e LeVar Burton

O hoje já consagrado ator, autor, diretor e apresentador LeVar Burton tinha apenas 19 anos quando interpretou Kunta Kinte. Parte de suas comemorações se concentrou em relembrar esses momentos: “No meu primeiro dia no set, a lendária Cicely Tyson interpretou minha mãe, Bings Kinte. Maya Angelou foi minha avó, Nyo Boto. Eu estava entre as grandes, certeza!”

O teste para “Raízes” foi o primeiro de sua carreira. Ele certamente tinha motivos para se sentir amedrontado, certo? Ele conta: “O único motivo pra eu não ter me sentido intimidado foi a certeza enquanto ator de que eu conhecia aquele personagem. Eu conhecia aquele cara. Eu era aquele cara!”

Hoje, temos muito mais a dizer a respeito de nossa cultura, nossa produção, a atuação, direção e envolvimento de pessoas negras na indústria de cinema. É claro que não queremos nos limitar a falar sobre a escravidão. Essa é a história branca.

Queremos sonhar e pensar em Wakanda. Nos aprofundar na cultura do continente africano, nas belezas, nas culturas e nos conhecimentos ancestrais dos povos africanos e também da diáspora. Queremos ser protagonistas ao contar as histórias das nossas potências. O próprio LeVar Burton é prova viva do quão longe já caminhamos: ele já dirigiu episódios da série “Star Trek” e sobre a Guerra no Vietnã.

E, 44 anos atrás, a série “Raízes” certamente tornou tudo mais palpável para todes.

Compartilhe

Thais Senahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Sou professora de inglês, formada em Comércio Exterior, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e parte do grupo de Pesquisa Laroyê - Culturas Infantis e Pedagogias Descolonizadoras. Já atuei como professora voluntária e em projetos populares, fez formação em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Conselho Britânico e há 6 anos atua também na Ebony English, que ensina inglês com cultura negra.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES