fbpx
19.5 C
São Paulo
quarta-feira, 08 dezembro 2021
HomeAgenda"Quando Zumbi Chegar": debate e exibição de websérie

“Quando Zumbi Chegar”: debate e exibição de websérie

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No próximo dia 18 (terça-feira), o Centro de Pesquisa e Formação do SESC-SP apresenta o lançamento de “Quando Zumbi Chegar”, uma websérie realizada na Serra da Barriga e no Quilombo do Muquém (AL), em 2014, em conjunto com um ciclo de diálogos com convidados especiais.

Coordenada pela jornalista Maitê Freitas em parceria com a atriz Daniela Evelise e os fotógrafos Fernando Solidade, Leonardo Galina e Rogério Pixote, a primeira temporada da produção audiovisual terá sua exibição completa no Cine Olido, com entrada gratuita e presença dos produtores, no mesmo dia de abertura dos ciclos, às 19h30.

O ciclo de debates, por sua vez, conta com a presença de pesquisadores e lideranças, tanto quilombolas quanto indígenas, no intuito de expandir o diálogo sobre o direito à terra e à essência desses grupos, tanto em meio rural quanto em meio urbano.

O primeiro dia de diálogo, 18 de abril, reflete importância da criação de mitos e ritos na contribuição aos movimentos sociais e à formação identitária dos povos indígenas e quilombolas, com ênfase ainda na construção da memória dessa parcela. O ciclo conta com participação do historiador e babalorixá Célio Rodrigues e da pesquisadora Rute Costa, com mediação do pesquisador Salloma Salomão.

No segundo encontro, em 25 de abril, a filósofa Djamila Ribeiro é mediadora do debate sobre a presença da mulher na formação dos quilombos, com participação da ativista paulistana Joice Berth e da ativista pernambucana Lourdinha Silva.

O encerramento, por sua vez, no dia 2 de maio, com participação do geógrafo Alex Ratts e as lideranças Jerá Poty Miri (Aldeia Tenondé Porã em São Paulo) e Carmen Silva, do Movimento Sem-Teto do Centro.

Programação

18/04. Quando Zumbi Chegar: o mito, a história e a consciência política na formação racial brasileira
Quem foi Zumbi? Este encontro tem como objetivo refletir sobre como a criação de heróis e mitos contribuem às lutas dos movimentos negros e a construção de identidade da população negra na sociedade brasileira.

Com Pai Célio e Rute Costa. Mediação: Salloma Salomão.

25/04. De Dandara à Beatriz Nascimento: o pensamento feminista na formação dos quilombos.
A história oficial apagou dos livros a presença das mulheres na formação e na liderança de Palmares. Este encontro tem como foco explicitar como os quilombos refletem uma organização feminista e matriarcal.

Com Joice Berth e Lourdinha Silva. Mediação: Djamila Ribeiro.

02/05. Quilombagem: as relações da demarcação de terra com a gentrificação nas cidades
Este diálogo proporá uma reflexão sobre as relações do processo de demarcação de terra quilombolas e indígenas, a luta por terra e a preservação do direito à moradia e à existência.

Com Jerá Poty Miri e Carmem Silva: Mediação: Alex Ratts.

*A cada encontro será exibido um episódio da série com apresentação de Maitê Freitas.

Serviço:

Terças, 14h às 18h
*Dia 2/5: 15h às 18h

Local: Centro de Pesquisa e Formação do Sesc

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar
Bela Vista – São Paulo.

Valores

R$ 18,00 – Credencial Plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 – Pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 – Inteira

Compartilhe

Amanda Sthephaniehttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Preta. Pobre. Poeta. Periférica. Prounista. Filha de Oxum, tem paixão pela palavra e estuda o último ano de Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES