fbpx
19.5 C
São Paulo
sábado, 27 novembro 2021
HomeMúsicaPai de Beyoncé aponta colorismo na indústria musical

Pai de Beyoncé aponta colorismo na indústria musical

Em entrevista à revista Ebony, pai de Beyoncé e também seu empresário até 2011, Mathew Knowles apontou colorismo na indústria musical norte-americana ao supor que sua filha não faria tanto sucesso se tivesse a pele mais escura.

“Olhe para as artistas negras que tocam no rádio: Mariah Carey, Rihanna, Nicki Minaj e minhas filhas (Beyoncé e a irmã, Solange). E o que todas elas têm em comum?”, perguntou Knowles. O entrevistador não hesitou: “Elas são mais claras”. “Você acha que isso é por acaso? Quando o assunto são mulheres negras, ainda existe muito colorismo mesmo dentro da nossa concepção de afro-americanos”, explicou Knowles.

O homem negro de tom escuro contou ainda a dificuldade em entender sua ex-esposa e mãe de Beyoncé como negra: “Quando conheci Tina, achei que ela era branca. Na minha infância e adolescência existiu um condicionamento muito grande para achar mulheres negras mais claras mais bonitas”.

À direita, Tina Knowles, mãe de Beyoncé
À direita, Tina Knowles, mãe de Beyoncé

O professor universitário que escreveu um livro sobre racismo disse ainda que muitos homens negros ainda acham que namorar uma mulher branca ou de tom mais claro é uma maneira de ‘se vingar’ da sociedade.

Compartilhe

Amanda Sthephaniehttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Preta. Pobre. Poeta. Periférica. Prounista. Filha de Oxum, tem paixão pela palavra e estuda o último ano de Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES