fbpx
19.5 C
São Paulo
domingo, 28 novembro 2021
HomeAgendaNEGROR fecha temporada com ato "Vidas Negras Importam"

NEGROR fecha temporada com ato “Vidas Negras Importam”

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Depois de percorrer bairros periféricos da cidade de São Paulo, entoando críticas à violência sistêmica que culmina no genocídio da juventude negra no Brasil, NEGROR fecha temporada com duas apresentações e um ato que reunirá artistas e lideranças.

Após apresentação no dia 23 de fevereiro, às 13 horas na Avenida Paulista (em frente ao Masp) e às 17 horas na Praça da República, um ato contra a violência racial denominado “VIDAS NEGRAS IMPORTAM” deve denunciar o racismo.

Em NEGROR, o ator Sidney Santiago Kuanza e artistas do Selo Homens de Cor realizam um cortejo pelas ruas de São Paulo, quando o público é imerso num universo alegórico a partir da denúncia das mortes, com interpretação de dois boxeadores negros.

Após cortejo, o ato “VIDA NEGRAS IMPORTAM” conta com grandes nomes do movimento negro como:

 

  • Douglas Belchior, palestrante, conferencista, consultor para a área da justiça criminal, violência do estado e participante de articulações do Movimento Negro contra o genocídio da população negra.  
  • Salloma Salomão, músico, pesquisador, africanista e Doutor em História Social pela PUC de São Paulo. Foi também pesquisador visitante do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.
  • A Cia. Os Crespos, coletivo teatral de pesquisa cênica e audiovisual formada por atores negros.

 

Serviço:

23 de fevereiro, sexta-feira

13h – Avenida Paulista – Vão livre do Masp

17h – Praça da República (Centro) + VIDAS NEGRAS IMPORTAM

 

amanda

Amanda Sthephanie

Preta. Pobre. Poeta. Periférica. Prounista. Filha de Oxum, tem paixão pela palavra e estuda o último ano de Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Compartilhe

Amanda Sthephaniehttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Preta. Pobre. Poeta. Periférica. Prounista. Filha de Oxum, tem paixão pela palavra e estuda o último ano de Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES