fbpx
19.5 C
São Paulo
quarta-feira, 08 dezembro 2021
HomeCinema#NãoSejaUmPorque: Netflix promove campanha anti-bullying

#NãoSejaUmPorque: Netflix promove campanha anti-bullying

Foto: Reprodução/Youtube
Foto: Reprodução/Youtube

Com o sucesso da estreia da série “13 Reasons Why”, que narra os 13 motivos pelos quais uma menina se suicidou, cada um relacionado a uma pessoa com quem ela conviveu, a Netflix promove uma campanha anti-bullying. Baseada no best-seller de Jay Asher, a produção audiovisual visa conscientizar sobre o perigo da opressão e até mesmo da omissão frente às agressões físicas, psicológicas e sexuais que alguém pode sofrer.

Em geral, temas como estupro, depressão e suicídio são um tabu na sociedade. Por isso, a série dirigida por Thomas McCarthy traz à tona, num suspense, os problemas que o mundo quer esconder. Em 13 episódios, a narrativa escancara a vida social de Hannah Baker – a protagonista do enredo -, enquanto ela mesma narra a culpa que seus colegas tiveram sobre sua morte, em 13 diferentes fitas cassetes.

Para trazer ao mundo real a conotação do seriado, a Netflix desenvolveu uma campanha anti-bullying, a fim de provar que o que acontece nas telas não fica só lá: as violências que Hannah sofreu fazem parte do cotidiano de muitos jovens que se calam diante da opressão até o momento em que cogitam tirar suas vidas para acabar com o sofrimento.

O bullying acompanha a narrativa dupla de passado e presente que “13 Reasons Why” sustenta. A prática, direta ou indireta, constituída das diferentes formas de agressão que intimidam, inserida numa relação de força ou poder desigual, acontece de maneira velada ou escancarada, inclusive por muito tempo não identificados como uma maneira opressora de convivência.

Por isso, para divulgar tan to a série quanto o problema, a Netflix divulgou depoimentos de pessoas que, de alguma maneira, foram vítimas de práticas parecidas com a que a protagonista do enredo foisubmetida. No intuito de evidenciar o lado real da produção, a atriz Vaneza Oliveira, a youtuber Thaynara OG, a chef de cozinha Catharina Fischer, a jornalista Jaqueline e o blogueiro Bruno Rocha, hoje conhecido como Hugo Gloss foram convidados a expor a narrativa das opressões que sofreram, principalmente durante a juventude.

Confira:

Compartilhe

Amanda Sthephaniehttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Preta. Pobre. Poeta. Periférica. Prounista. Filha de Oxum, tem paixão pela palavra e estuda o último ano de Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES