fbpx
19.5 C
São Paulo
segunda-feira, 17 janeiro 2022
HomeInternacionalMorre John Lewis, ativista dos direitos civis nos Estados Unidos

Morre John Lewis, ativista dos direitos civis nos Estados Unidos

John Lewis foi um dos pioneiros no ativismo em prol dos direitos civis nos Estados Unidos e também um dos últimos ativistas negros do período de Martin Luther King. O ativista morreu na noite de ontem (17), aos 80 anos. Lewis enfrentava um câncer no pâncreas e tinha se afastado de suas atividades para focar no tratamento.

Yara Shahidi, a atriz em ascenção de Black-ish e Grown-ish

O ativista lutou pelos direitos civis até o fim de sua vida. Sua última aparição pública foi em junho, em um ato próximo à Casa Branca, que fica em Washington, nos processos antirracistas motivados pela morte de George Floyd.

O anúncio da morte de Lewis foi feito na madrugada de hoje (18), pela presidente da câmara Nancy Pelosi. Confira:

“Hoje, os Estados Unidos choram a perda de um dos maiores heróis de sua história. John Lewis era um titã do movimento pelos direitos civis, cuja bondade, fé e bravura transformaram nossa nação, desde a determinação com que ele encontrou discriminação nos balcões de almoço, até a coragem que ele demonstrou quando jovem, enfrentando a violência. Ele trouxe liderança moral ao Congresso por mais de 30 anos. No Congresso, John Lewis era reverenciado e amado nos dois lados do corredor e nos dois lados do Capitólio. Ficamos com o coração partido por sua morte.”, contou Pelosi em nota oficial.

Deixamos aqui todo o nosso sentimento à família e amigos de John Lewis. Que ele descanse em paz.

Compartilhe

Vinícius Gonçalves
Geminiano, viciado em tecnologia, filmes de terror e cinema.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES