fbpx
19.5 C
São Paulo
domingo, 16 janeiro 2022
HomeNotíciaMerle Dandridge fala sobre o fim da série Greenleaf

Merle Dandridge fala sobre o fim da série Greenleaf

Greenleaf está chegando ao fim! Sim, essa é sua última temporada e os fãs estão mais ansiosos do que nunca para saber como serão os episódios finais. Tudo parece incerto nesse momento: a família vai recuperar a igreja? Qual será o destino de seus personagens, dos mais novos como Sophia e Zora, aos mais velhos, como Lady Mae e Bishop? E quanto a AJ?

Kenya Barris fala sobre episódio barrado de Black-Ish

Bem, a atriz Merle Dandridge, que interpreta Grace Greenleaf, falou à revista People sobre o final da série, embora não tenha dado nenhum spoiler: o último episódio foi ao ar ontem (11).

Dandrige falou sobre o que a série significa para ela: “É certamente o fim de uma era. Estou extremamente orgulhosa da série, obviamente pela quantidade de assuntos que a série não teve medo de endereçar. Foi o começo de conversas que eram tabu, então eu sinto que, culturalmente, conseguimos ir um pouco à frente e ter conversas difíceis que curariam certas dores de gerações que nós temos tido.”

E não é que ela tem razão? Quem não se lembra do drama do retorno de Grace após o suicídio da irmã, em decorrência do abuso sofrido por seu tio? Ou do término do casamento entre Bishop e Lady Mae? Ou do relacionamento abusivo pelo qual Zora passou depois de ter fugido de casa (e mesmo antes disso)? Ou do trauma sofrido por Sophia que ocasionou em sua falta de fé?

Dandridge também falou sobre a importância de Oprah WInfrey, produtora da série, em todo o elenco: “Oprah tem sido uma grande irmã, nos dando amor, nos encorajando e empurrando para sermos nossas melhores versões.” Ela diz que toda a experiência a deixou muito mais pensativa sobre tudo o que faz.

Corra para conferir! A série estreia hoje na Netflix Brasil.

Compartilhe

Thais Senahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Sou professora de inglês, formada em Comércio Exterior, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e parte do grupo de Pesquisa Laroyê - Culturas Infantis e Pedagogias Descolonizadoras. Já atuei como professora voluntária e em projetos populares, fez formação em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Conselho Britânico e há 6 anos atua também na Ebony English, que ensina inglês com cultura negra.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES