fbpx
19.5 C
São Paulo
segunda-feira, 06 dezembro 2021
HomeHistoriaJá ouviu falar do Mercado Negro de Wall Street?

Já ouviu falar do Mercado Negro de Wall Street?

Em Stonecrest, Geórgia (EUA), o shopping foi criado exclusivamente para lojas de propriedade negra

A inauguração do novo Mercado Negro de Wall Street sofreu alguns atrasos e claramente também foi afetada pela pandemia. Mas nada disso impediu que as pessoas ficassem ansiosas com a abertura.

O evento foi muito prestigiado. Entre os itens, era possível encontrar muitos livros de autores negros, roupas de inspiração africana cheias de cores e padrões brilhantes, bem como roupas representando irmandades e fraternidades negras. Além disso, havia pequenas exposições de artes disponíveis, que celebravam os grandes nomes da história preta, como Malcom X a Martin Luther King, reis e rainhas africanos e aldeias africanas cheias de famílias.

O novo Mercado Negro de Wall Street ocupa um antigo edifício da loja Target de 11 mil metros quadrados em frente ao Stonecrest Mall, cerca de 25,7 km a leste do centro de Atlanta. 

De acordo com o Atlanta Black Star, 10.675 pessoas estiveram presentes na inauguração, alguns vieram até de outros estados, como Keith Leavy. “Eu vim de Memphis, Tennessee, apenas para isso”, ele esperou dois anos para vir para a grande inauguração do mercado.

Vendedores como Baba Adams, da Universal Love Jewelry, ficaram entusiasmados com a presença. “Estou pulando de alegria para fazer algo para nos apoiar como povo”, disse Adams. Trinity Ross é proprietária da Trinity’s Organics, uma empresa que ela fundou em 2018, vendendo sabonetes orgânicos. Ela estava nervosa com o dia da inauguração, considerando que o mercado será sua primeira loja presencial; ela já havia operado online.

“É incrível, tenho uma família que veio de St. Louis para ver minha loja e ter a experiência do Black Wall Street Market. Pode ser um novo ponto turístico para a cidade ”, disse Ross, ansiosa para ver como a enxurrada de clientes poderia beneficiar seu negócio.

Charis McWhorter é cofundadora da Zoet Beauty Supply. O hub será o anfitrião da segunda localização dela e de seu parceiro de negócios. “Meus clientes e as pessoas que freqüentam minha empresa são 90 e poucos por cento negros, então por que não estar em um shopping para meu pessoal, pelo meu pessoal ?“, disse McWhorter.

O New Black Wall Street Market foi originalmente programado para abrir no fim de semana do Dia do Trabalho, mas um aumento de casos COVID-19 na área metropolitana de Atlanta fez com que os proprietários do empreendimento atrasassem a abertura.

O conceito do novo Mercado Negro de Wall Street está bem definido no vídeo do link.

Fonte: Kavontae Smalls para Atlanta Black Star

A história do novo Mercado Negro de Wall Street

O novo Mercado Negro de Wall Street Market é também um marco para os Estados Unidos, já que é uma homenagem do século 21 ao Black Wall Street original, que foi destruído por multidões brancas em Tulsa, Oklahoma, há 100 anos.

Violência policial: quando discutir com as crianças?

Logo do New Black Wall Street Market
Logo do novo Mercado Negro de Wall Street

O Massacre de Tulsa foi um dos episódios mais sombrios da história racial dos Estados Unidos da América e, mesmo assim, o episódio ficou abafado por anos. Em 2019 voltou à tona graças a série Watchmen, da HBO, que relatou o tema em um de seus capítulos. Muitos espectadores confessaram que não sabiam do que se tratava.

Todo o tumulto começou após a jovem branca, Sarah Page, dar um grito ao encontrar um engraxate negro chamado Dick Rowland. Bastou apenas isso para o que o jovem preto fosse preso e que uma revolta tomasse conta dos brancos.

Alguns historiadores contam que a tensão racial em Tulsa já era latente, afinal, tratava-se de uma região onde os negros tinham atingido um patamar econômico melhor e alguns brancos ressentiam esse fato.

Sem conseguir linchar Dick Rowland, a população iniciou um motim, destruindo uma série de estabelecimentos que eram frequentados por pessoas negras e ocasionando um massacre que (não) entraria para história. Nenhum invasor branco foi detido, Sarah Page retirou as acusações contra Dick, mas o estrago já estava feito. Até hoje não se sabe o número exato de mortos e feridos.

Abaixo podemos assistir um relato de uma sobrevivente do Massacre de Tulsa e da destruição da Wall Street negra. Na matéria realizada pela BBC NEWS é possível acompanhar a história completa.

Compartilhe

Maria Angélicahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Tenho 22 anos, sou nascida e criada no litoral, caiçara com muito orgulho. Além disso, também sou formada em Comunicação Social - Jornalismo. Sempre me encantei com o poder das palavras e por isso sinto que o jornalismo me escolheu, durante a minha breve trajetória profissional tive a oportunidade de contar histórias lindas e é o que pretendo continuar fazendo.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES