fbpx
19.5 C
São Paulo
domingo, 22 maio 2022
HomeDivulgaçãoMercado Casarão abre as portas no dia 10 de fevereiro

Mercado Casarão abre as portas no dia 10 de fevereiro

Novo espaço da família do Dida Bar é voltado ao fortalecimento das atividades de afroempreendedores e da cultura afro-brasileira.

Mantendo o propósito de agregar e fortalecer as atividades dos afroempreendedores, a família que capitaneia o Dida Bar e Restaurante dá novos passos e expande seus domínios. Gerenciado por Dida Nascimento, Matheus Buka Trindade, Teka Nascimento e Kanu Akin Trindade, no dia 10 de Fevereiro às 17h será aberto o Mercado Casarão, um espaço na Praça da Bandeira que evidencia a cultura familiar do comércio presente na história do famoso bar da matriarca Dida. A inauguração contará com o Samba da Dida e um bate papo com o professor de filosofia Renato Noguera

Com atividades fixas e eventos pontuais, o local contará com uma livraria no andar de baixo e um espaço com possibilidades culturais múltiplas no andar de cima, ampliando o comércio do famoso bar da Praça da Bandeira e da Massai Moda, loja de roupas que já funciona no anexo ao bar.

Dentre as atividades fixas iniciais do novo espaço estão aulas de capoeira angola com o mestre Célio Gomes do grupo Aluandê, aulas de dança afro com Sabrina Sant’Ana, encontros literários com o projeto Encruza do Saber, serviço de beleza com cortes de cabelo e trancistas, Terapia Corporal Africana com a Nailê Bem-Estar, Kemetic Yoga com Ana Sou e muita música. Em breve, outras opções se somarão a essas, como aulas sobre educação financeira e empreendedorismo.

“A família Dida tem o sonho de fazer que o Mercado Casarão surja como o único espaço autointitulado de resistência cultural negra na zona norte após 70 anos da criação do Renascença Clube. Com isso, a família Dida pretende que o Mercado Casarão seja o lugar onde artistas e fomentadores da cultura negra possam expor seus trabalhos e criações, fortalecendo assim o cenário cultural afro da zona norte baseado em conceitos africanos de mercado. Este é mais um passo da trajetória de mais de 40 anos de uma família que deseja continuar crescendo”, vibra Kanu, um dos gestores do espaço de convergências de atividades afrocentradas.

O espaço chega para complementar e ampliar a atuação do Dida Bar e Restaurante que, nascido em 2015, sempre compartilhou saberes e valores africanos através da gastronomia. Porém, com o passar dos anos, o restaurante passou a não dar conta de realizar e comunicar todas as atividades que pretendia. Assim, o bar se mudou em 2020 para um espaço maior, onde nasceu o objetivo de criar o que hoje é realidade. 

Contudo, três semanas após fecharem o contrato com o novo endereço, surgiu a pandemia e, com isso, a ideia de criar o novo espaço precisou ser substituída pela necessidade de sobrevivência do próprio Dida Bar.

Dois anos depois, mediante um cenário mais controlado em termos de saúde e vigilância sanitária, a família voltou a sonhar com a criação desse espaço onde podem acontecer atividades diversas de afroempreendedores.

Mercado Casarão abre as portas no dia 10 de fevereiro, na Praça das Bandeiras | Foto: Divulgação
Mercado Casarão abre as portas no dia 10 de fevereiro, na Praça da Bandeira | Foto: Divulgação

“Nossa família se inspirou nos antigos mercados da África, como os de Benin, Guiné, Camarões e outros países africanos, onde o coração desse mercado seria a gastronomia. Contudo, todas as outras atividades poderiam ter a sua independência de ocorrer e se desenvolver por si só. O nosso sonho é dar continuidade ao crescimento, ousando e criando um mercado africano dos tempos modernos, um espaço aberto e de encruzilhadas, onde encontros sejam fomentados e a inovação tenha caminhos abertos para se desenvolver”, aposta Kanu.

Próspera D+: Tássia Reis se apresenta no Sesc Bom Retiro dia 11

A história do Mercado Casarão atravessa gerações

A atuação no ramo comercial começou na família na década de 1970, quando Maria Aparecida, mãe de Dida, montou seu primeiro negócio.

O comércio era um bar/tendinha na Pavuna, e tia Maria, como era conhecida na região, tocava o estabelecimento. A família se constitui nesse espaço, e o ambiente era embalado por rodas de capoeira, samba e outras manifestações culturais negras. Mais de 40 anos depois, a família decidiu reviver o até então bar da Tia Maria. Nasceu, assim, em 2015, o atual Dida Bar e Restaurante, que tem a missão de compartilhar saberes e valores africanos através da gastronomia. 

Emicida já dizia: “Lembra que a gente é feito das mesmas coisas que são feitos os sonhos?”

SERVIÇO 

Mercado Casarão, Rua Barão de Iguatemi, 379 – Praça da Bandeira Rio de Janeiro

Tel.: (21) 2504-0841 | 97956-4883 

Funcionamento: Ter e Qua – 16h à 0h5ª e 6ª – 12h à 0h

Sábado e Domingo – 9h à 0h⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Programação das atividades a conferir nas redes sociais do Mercado Casarão

Instagram – @casaraomercado

Informações: [email protected]

Compartilhe

Maria Angélicahttps://todosnegrosdomundo.com.br
Tenho 22 anos, sou nascida e criada no litoral, caiçara com muito orgulho. Além disso, também sou formada em Comunicação Social - Jornalismo. Sempre me encantei com o poder das palavras e por isso sinto que o jornalismo me escolheu, durante a minha breve trajetória profissional tive a oportunidade de contar histórias lindas e é o que pretendo continuar fazendo.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES