fbpx
19.5 C
São Paulo
quinta-feira, 02 dezembro 2021
HomeTelevisãoMaria Gal é Gleyce em telenovela do SBT

Maria Gal é Gleyce em telenovela do SBT

Maria Gal, Nando Cunha, Duda Pimenta e Vitor Brito são Gleyce, Ciro, Kessia e Jeferson em “As Aventuras de Poliana”

“As Aventuras de Poliana” é a nova telenovela do SBT. Estréia hoje e trás em seu elenco uma família negra que será responsável por introduzir na trama reflexões sobre o racismo no país. A atriz Maria Gal é Glayce, uma mulher negra trabalhadora e periférica que será responsável por empoderar a família a cerca das questões raciais que vivem. A personagem de Maria Gal é uma auxiliar de limpeza que luta pelos estudos dos filhos (interpretados por Duda Pimenta e Vitor Brito) e que precisa trabalhar dobrado pra dar conta das despesas da casa, uma vez que o marido (Nando Cunha) deixa a desejar na hora de compartilhar as responsabilidades da família.

A atriz Maria Gal atuou em diversas peças de teatro, séries e filmes. Na televisão, atou em “Carrossel”, “Gabriela”, “Joia Rara” (Prêmio EMMY), “Conselho Tutelar” (Record e UNIVERSAL, “Santo Forte” (AXN), dentre outros. Em uma conversa com o TNM e falou sobre a importância da sua personagem para a população brasileira.

“Quantas novelas tiveram famílias negras em seus elencos? Quantos CEOS de grandes empresas negras temos? Quantos médicos, advogados, jornalistas? Se refletirmos quantos cartazes de filmes nacionais lembramos de termos vistos que tem estampado uma protagonista negra? 
Essa inviabilidade simboliza o racismo estrutural que temos na nossa sociedade que viveu por tanto tempo o mito da democracia racial.
O fato de termos representado numa emissora aberta, uma das maiores do país, e com elevado índice de audiência como o SBT, uma família negra , com uma mãe de família que empodera a filha em sua auto estima e que tem plena consciência da questão racial no Brasil e como uma típica mulher brasileira guerreira e batalhadora, age para melhorar a condição de vida de sua família,  é de uma potência e importância incomensurável, já que moramos num país com mais de 54% da população negra segundo o IBGE 2016.

Isso significa que além do importantíssimo papel social que essa família representa para tantas famílias, crianças, mulheres e adultos que irão se identificar com essas personagens, estamos falando também de consumo. A população negra consome por ano mais de 1 trilhão de reais”.

https://www.instagram.com/p/Bi1_k9vhbOw/?hl=en&taken-by=mariagalreal

Recentemente ao ser questionada sobre a importância da representatividade racial na novela, a autora Iris Abravanel afirmou que no Brasil não tem atores negros. “A comunidade afro precisa superar algumas coisas. Não existem atores negros, e quando aparecem precisamos aproveitar”, afirmou a autora em entrevista coletiva.

O Brasil tem muitos atores negros o que falta ao país é autores e diretores negros que estejam dispostos a representar a sociedade brasileira como ela realmente é. Negros são mais da metade da população brasileira e nestes quase 70 anos de televisão no país a população negra é sempre representada como coadjuvante. São reservados aos atores negros papéis estereotipados como passistas de escola de samba, mulheres periféricas e barraqueiras, bandidos, porteiros ou empregados domésticos. Precisamos descolonizar os meios de comunicação e colocar os negros em cargos de decisão, assim deixarão de ser representados como bandidos para se tornarem protagonistas dentro de contextos positivos.

As aventuras de Poliana, novela escrita por Iris Abravanel e dirigida por Reynaldo Bouri estréia hoje às 21 horas no SBT.

 

 

 

 

 

 

Compartilhe

- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES