Me Representa

Marcha das Mulheres Negras de São Paulo posta comunicado: “Não seremos interrompidas”

Foto: Cadu Basilewski/Reprodução – Facebook

Na última sexta-feira (13), a Marcha das Mulheres Negras de São Paulo se manifestou nas redes sociais. “Não seremos interrompidas”, dizia a imagem que ilustrava um comunicado preocupante, mas ainda assim respondido com muita resistência.

A publicação contava que uma integrante do grupo teve suas contas do Facebook e do Instagram invadidas e bloqueadas, e que este não parecia um ato isolado, sendo que outras três ativistas da pauta racial tiveram seus WhatsApps invadidos nos últimos dias.

Na invasão mais recente, a conta da Marcha das Mulheres Negras de São Paulo no Instagram teve todas publicações apagadas e o perfil deletada.

O comunicado fez ainda uma reclamação contra o Instagram: “O mais grave, ao nosso ver, foi a justificativa do Instagram para bloquear o perfil de que estaríamos fazendo apologia ao crime e vinculadas a organizações criminosas. Movimento Social não é crime e exigimos a garantia do nosso direito constitucional!”

Apesar do que representam atos como este, em tempos como o que vivemos, a Marcha das Mulheres Negras de São Paulo lembra que não será interrompida ou calada. É por isso que precisamos reforçar métodos de segurança e permanecer unidos.

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By Amanda Sthephanie
Load More In Me Representa

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

Erika Januza fala sobre racismo e a relação com o cabelo

Erika Januza, que vive tenista em “Amor de ...

Facebook

Newsletter