fbpx
19.5 C
São Paulo
domingo, 14 agosto 2022
HomeAgendaLinn da Quebrada, Maju Coutinho e Emicida são indicados ao Prêmio Arcanjo...

Linn da Quebrada, Maju Coutinho e Emicida são indicados ao Prêmio Arcanjo de Cultura

Linn da Quebrada, Maju Coutinho e Emicida (Foto: Divulgação/Facebook)

Nesta quarta (18), será realizada no Theatro Municipal de São Paulo a primeira edição do Prêmio Arcanjo de Cultura. A premiação foi idealizada pelo jornalista, crítico e colunista do UOL, Miguel Arcanjo Prado, e elegerá os melhores nas áreas de Artes Visuais, Cinema, Música, Streaming TV e Teatro.

De acordo Miguel, o Prêmio Arcanjo tem o objetivo de valorizar os principais trabalhos, profissionais e instituições que se destacam no setor da cultura e da economia criativa, buscando difundir e incentivar este importante meio de desenvolvimento sociocultural e econômico.

O TNM fará a cobertura do evento e listou alguns artistas negros que estão concorrendo ao prêmio:

ARTES VISUAIS

Criola – É uma grafiteira que explora cores e elementos de nossa cultura em seus trabalhos. A artista foi indicada por artivismo que ressignifica a cidade em diálogo com a arte negra.

CINEMA

Linn da Quebrada – Atriz, cantora e compositora, Linn é também ativista social pelos direitos civis da comunidade LGBT e da população negra. A artista foi indicada por suas mensagens potentes e necessárias nas telas e nos palcos.

MÚSICA

Black Alien – É rapper, cantor e compositor. Integrou o Planet Hemp, grupo do qual também fazia parte Marcelo D2, e fundou o grupo Reggae B. O artista foi indicado pela reinvenção como artista e rimador no disco Abaixo de Zero: Hello Hell.

Chico César – Cantor, compositor, escritor e jornalista, Chico nasceu no interior da Paraíba. Tornou-se nacional e internacionalmente conhecido em 1996 pela canção “Mama África”. Ele foi indicado pela resistência no disco O Amor É um Ato Revolucionário.

Djonga – Rapper, escritor e compositor, é, também, considerado um dos nomes mais influentes do trap e rap na atualidade. O artista foi indicado pela força discursiva e potente do disco Ladrão.

Larissa Luz – Nascida em Salvador, é cantora, compositora e atriz brasileira. A artista foi indicada condensar em seu disco, Trovão, a força da nova música baiana.

Emicida – Rapper, cantor e compositor, é, também, considerado uma das maiores revelações do hip hop no Brasil da década de 2000. Emicida foi indicado pela inventiva concepção conceitual do álbum AmarElo.

STREAMING TV

Maria Júlia Coutinho – jornalista e apresentadora do Jornal Hoje, da TV Globo, Maju foi indicada pelo trabalho de excelência que a levou a ancorar o jornal.

A relação com a lista completa de todos os indicados e homenageados pode ser conferida diretamente na coluna do jornalista Miguel Arcanjo Prado.

Compartilhe

- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES