fbpx
19.5 C
São Paulo
sexta-feira, 03 dezembro 2021
HomeCinemaKaroline Maia mostra influência da senzala no 'quartinho da empregada' em filme

Karoline Maia mostra influência da senzala no ‘quartinho da empregada’ em filme

O ponto de partida de Karoline Maia, de 26 anos, é a experiência como trabalhadora doméstica. Ela conta a história de mulheres como ela no documentário Aqui Não Entra Luz. A produção ainda está na fase de montagem e faz um paralelo entre as imagens de senzalas do período da escravidão e o quartinho da empregada dos tempos atuais. Para concluir esse projeto, ela fez uma campanha de financiamento e já arrecadou R$100 mil reais.

LEIA TAMBÉM: Taraji P. Henson fala sobre a ideia da força das mulheres negras: “desumanizam nossa dor”

Karoline Maia informou que o filme terá narração em primeira pessoa e que a ideia surgiu em 2016, após observar durante anos o trabalho da mãe, e assim como ela, ser vítima de racismo. No caso dela, aconteceu quando ela já trabalhava no audiovisual e uma ex-chefe mandou ela “dormir na senzala”. Além de usar imagens de arquivo pessoal, ela passou por 5 estados brasileiros: São Paulo, Maranhão, Bahia, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

“O quartinho da empregada fica sempre nos fundos da casa, ao lado da cozinha. ‘Ela é como se fosse da família’, mas espera todo mundo jantar para comer o que sobrou. Dorme depois, acorda antes”, diz um trecho da divulgação. Veja trailer.

Ainda não tem data prevista para lançamento do filme.

Compartilhe

Vinícius Gonçalves
Geminiano, viciado em tecnologia, filmes de terror e cinema.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES