Esporte

Kamaru Usman quebra mandíbula de racista no UFC

Kamaru Usman luta contra o racista Colby Covington. Foto: Reprodução

Dos mesmos criadores de fogo nos racistas, vem aí o murro nos racistas. Foi assim que o nigeriano Kamaru Usman calou um preconceituoso na madrugada do último domingo (15), ao quebrar a mandíbula do americano Colby Covington, famoso pelos discursos racistas e xenofóbicos, inclusive contra o Brasil.

Colby Covington, que declarou em 2017 que brasileiros eram todos animais imundos, chamando ainda o Brasil de chiqueiro, foi nocauteado por Kamaru Usman no quinto round. Antes do embate, Usman declarou que representaria a fúria dos imigrantes dos EUA. E assim o fez. Depois da vitória, o lutador dedicou sua vitória ao Brasil: “Brasil, essa é para vocês. É para o mundo todo”.

É claro que o murro nos racistas veio do mundo do UFC, onde o murro é comum e liberado. Mas é verdade que dá um quentinho no coração ver um homem preto quebrar a mandíbula de um branco racista. Valeu, Kamaru Usman! Por mais racistas nocauteados no ringue.

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By Amanda Sthephanie
Load More In Esporte

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

E o cartão vermelho para o racismo?

Não é novidade que o racismo está em ...

Facebook

Newsletter