fbpx
19.5 C
São Paulo
segunda-feira, 29 novembro 2021
HomeNotíciaJohn Boyega é retirado de campanha que ele mesmo produziu

John Boyega é retirado de campanha que ele mesmo produziu

Infelizmente, essa não é a primeira vez que Boyega tem sua imagem alterada. E para o mesmo mercado.

O ator e produtor britânico John Boyega, de descendência nigeriana e mundialmente conhecido por seu papel na última trilogia de Star Wars teve, mais uma vez, sua imagem alterada para o mercado chinês. Da primeira vez, sua imagem para a própria saga Star Wars foi significantemente reduzida no poster chinês enquanto outros atores não brancos, como Lupita Nyong’o, tiveram suas imagens simplesmente retiradas. O mesmo ocorreu com a campanha que Boyega fez para a marca de fragrâncias Jo Malone.

Will Smith posta fotos de encontro do elenco de ‘Um Maluco no Pedaço’

Boyega criou a campanha com base em sua própria experiência de vida. No vídeo original, que você pode conferir abaixo, Boyega tem momentos com seus verdadeiros amigos de infância no Peckham, bairro londrino onde cresceu, e conta sobre suas experiências do passado, que ele mesmo descreveu, em entrevista ao Women’s Wear Daily: “É uma mistura de coisas que você me vê fazer na filmagem, você me vê num ambiente profissional num set de gravações, depois com a minha família e é sobre se livrar do conceito de retornar ou voltar às suas raízes e mais sobre as raízes existentes neste novo lado da minha vida.”

Aparentemente sem o consentimento ou sequer um aviso a Boyega, a marca retirou sua imagem da campanha e a substituiu pela do ator chinês Liu Haoran. Além disto, não há nenhum ator negro em toda a filmagem.

A marca emitiu um comunicado se desculpando pelo ocorrido. Infelizmente, esta não é a primeira vez que isto acontece no mercado chinês. De acordo com o Hollywood Reporter, uma situação marcante para este nicho foi uma campanha de 2016 de uma marca de detergentes que lavava um homem negro até que ele ficasse branco.

Compartilhe

Thais Senahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Sou professora de inglês, formada em Comércio Exterior, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e parte do grupo de Pesquisa Laroyê - Culturas Infantis e Pedagogias Descolonizadoras. Já atuei como professora voluntária e em projetos populares, fez formação em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Conselho Britânico e há 6 anos atua também na Ebony English, que ensina inglês com cultura negra.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES