19.5 C
São Paulo
domingo, 29 março 2020
Home Teatro “Gota D’Água” com elenco predominantemente negro estreia no Itaú Cultural

“Gota D’Água” com elenco predominantemente negro estreia no Itaú Cultural

Releitura do espetáculo de Chico Buarque e Paulo Pontes, “Gota D’Água” é dirigida por Jé Oliveira (Coletivo Negro), composta por um elenco majoritariamente negro e estreia na próxima sexta-feira (8), no Itaú Cultural.

Contando com grandes nomes como Juçara Marçal (Metá Metá), a atriz, diretora e dançarina Aysha Nascimento (Coletivo Negro) e o ator e diretor Rodrigo Mercadante (Cia do Tijolo), o espetáculo tem o objetivo de “realizar o que a peça sempre propôs, mas nunca foi realizada”, segundo Jé Oliveira.

A peça conta a história de Joana, uma mulher madura, sofrida, moradora de um conjunto habitacional. Jasão, seu ex-marido, é um jovem vigoroso, sambista que desponta para o sucesso com a composição da canção que dá nome à peça. Agora ele é noivo de Alma, filha de Creonte, corruptor por excelência e detentor do poder econômico e das casas da Vila do Meio-dia, local onde antes morou com Joana e os filhos. Se em Medeia havia reis e feiticeiros, na tragédia brasileira tem pobres e macumbeiros, além de um coro negro, em alusão ao grego.

Como nunca antes, na releitura Joana e Jasão são negros. A escolha tem relação com a ancestralidade musical e a influência das religiões de matriz africana. “A personagem é pobre e é da Umbanda. Tudo leva a crer, pelo contexto histórico, social e racial do país, que essa personagem é preta. Estamos realizando o que a peça insinua. Estamos de fato enegrecendo a obra de Chico Buarque e concretizando o que ele propõe”, explica Jé Oliveira.

SERVIÇO

Gota D’Água {PRETA}

Direção: Jé Oliveira

Elenco: Aysha Nascimento, Dani Nega, Ícaro Rodrigues, Jé Oliveira, Juçara Marçal, Marina Estevez, Matheus Sousa, Rodrigo Mercadante e Salloma Salomão

Banda: Fernando Alabê, Gabriel Longuitano, Suka Figueiredo, DJ Tano

Estreia: 8 de fevereiro (sexta-feira), às 20h

Temporada: de 9 a 10 (sábado e domingo) e de 14 a 17 de fevereiro

De quinta-feira a sábado, às 20h; domingo às 19h

Duração: 160 minutos

Classificação Indicativa: 16 anos

Sala Itaú Cultural: 224 lugares

Com interpretação em Libras


Entrada gratuita

Distribuição de ingressos:

Público preferencial: 1 horas antes do espetáculo (com direito a um acompanhante)

Público não preferencial: 1 hora antes do espetáculo (um ingresso por pessoa)

Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho, 108

Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:

3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 10.

Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

Amanda Sthephaniehttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Preta. Pobre. Poeta. Periférica. Prounista. Filha de Oxum, tem paixão pela palavra e estuda o último ano de Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

MAIS LIDAS

Ludmilla faz paródia sobre os cuidados contra o coronavírus

Lud criou paródia de “Invocada”. (Foto: Reprodução) Ludmilla, assim como outros artistas e boa parte da população, está...

“Não voto na Thelma”, diz Babu sobre estratégia de jogo

Babu diz que não votaria na Thelma e demonstra parceria. (Foto: Reprodução) Neste ano, além das fadas não...

Blair Underwood revela que já recusou papel em série porque ele explorava homens negros

Underwood fez a revelação durante uma entrevista; A série em questão foi 'Sex and the City' Blair Underwood. (Foto:...

‘Lágrimas de Crocodilo’: Curta aborda história de nordestino em SP; Assista

Curta é uma adaptação do novo álbum do rapper pernambucano Diomedes Chinaski Diomedes Chinaski no...

COMENTÁRIOS RECENTES