fbpx
19.5 C
São Paulo
segunda-feira, 17 janeiro 2022
HomeNotíciaFábricas de Cultura reabrem inscrições

Fábricas de Cultura reabrem inscrições

Fábricas de Cultura abrem inscrições e tem ateliês focados em cultura negra e vagas exclusivas para comunidade LGBTQIA+. Cursos vão desde produção de podcasts à criação de apps.

Mesmo durante a pandemia (que ainda não acabou, só pra lembrar), as Fábricas de Culturam não pararam de funcionar. Elas fecharam, como os demais serviços na cidade de São Paulo. Depois, em outubro, voltaram a funcionar para aqueles que já estavam inscritos em suas atividades quando a cidade atingiu a fase verde do plano de controle. Mas nunca deixaram de prestar serviços à comunidade: foram 7 meses de atividades online e, ao final do ano, rolou uma programação bem diversa, que a gente até compartilhou por aqui. E agora, até o mês de março, reabrem inscrições.

Inscrições para as Fábricas de Cultura

Agora, elas abrem as “portas” também para novas inscrições. Vale lembrar que, assim como a programação do final de ano, todo o atendimento das Fábricas oferece serviços diversos, como circo, música, teatro, dança, literatura, artes visuais e multimeios. E também que todos os serviços são gratuitos.

Estamos quase todos muito animades com a vacina, não é mesmo, aguardando ansiosamente o momento de voltar a fazer uma aglomeração, assistir uma apresentação. Mas a pandemia ainda não acabou. Por isso, os serviços ofertados pelas Fábricas durante pelo menos o primeiro semestre de 2021 permanecerão sendo ofertados de maneira virtual.

Como cada Fábrica oferece uma programação diferente, isso pode até ser vantajoso em certo sentido, caso você interesse em ateliês distantes da sua residência ou mesmo caso não tenha uma Fábrica tão perto de você. Pelo menos dois dos cursos têm relação direta com cultura negra: Escrituras negras e Artesanato afro-brasileiro

Circo é apenas uma das muitas aulas oferecidas nas Fábricas de Cultura. (Foto: StockSnap via Pixabay)

Abaixo a programação. Para se inscrever nos ateliês de criação, clique aqui. No caso de dúvidas específicas, o público pode entrar em contato pelo telefone de cada unidade, via e-mail ([email protected]) ou por mensagem nas redes sociais do programa: Facebook (https://www.facebook.com/fabricasdecultura) e Instagram (@fabricasdeculturasn).

Brasilândia:

Em Slam para educadores a proposta é para que educadores e professores conheçam o movimento do Slam, o qual tem a poesia e o ritmo como motores para a leitura, e possam aplicar nas próprias aulas algumas metodologias inspiradas nessa cultura que tem se expandido pelo país.

17/02 a 30/06

Quartas e sextas-feiras, das 18h às 20h45

15 vagas | preferencialmente para educadores e professores da rede pública de ensino

O universo da pesquisa, da captação e da produção de imagens para processo de projeções, internas e externas, de vídeo mapping será exercitado na trilha de Vídeo-arte.

20/02 a 03/07

Sábados, das 14h às 17h

20 vagas | a partir de 14 anos

Capão Redondo:

Em Artesanato Afro-brasileiro, aprendizes terão contato com as diversas técnicas de artesanato dos saberes negros. Os objetos serão confeccionados a partir de histórias e contos da cultura afro-brasileira, principalmente com referências à Capoeira.

17/02 a 02/07

Quarta e sexta-feira, 14h às 17h

30 vagas | a partir de 8 anos

Escrituras negras é uma trilha elaborada a partir das vivências e produções literárias da escritora Carmen Faustino, educadora e gestora sociocultural do Campo Limpo, bairro de São Paulo. As aulas também serão somadas aos estudos e trajetórias de outras escritoras negras. Os participantes poderão conhecer a literatura negra e vivenciar momentos de reflexão, sobre as narrativas e o universo imagético da literatura negra feminina, por meio do recurso da oralidade. A proposta é que a leitura e a escrita aconteçam de maneira livre para desmistificar o senso comum sobre a dificuldade em ler e escrever e, assim, fortalecer o pertencimento territorial e a identidade negra.

18/02 a 01/07

Quarta-feira, 18h às 21h

20 vagas | a partir de 16 anos

Diadema:

Arte Digital – Criação e Design busca exercitar criações, ilustrações, animações, edição de foto e vídeo como temas. O objetivo é introduzir a turma no universo da produção de arte digital voltada ao ambiente on-line.

18/02 a 25/03

Quinta-feira, 18h30 às 21h30

15 vagas | a partir de 14 anos

Produção literária e as possibilidades poéticas de uma obra serão trabalhadas na trilha Litera-Rua – Leitura, Escrita e Editoração da Obra. Os caminhos para a editoração de uma publicação literária serão demonstrados durante os encontros.

17/02 a 23/06

Quarta-feira, 19h às 21h

20 vagas | a partir de 14 anos

Jaçanã:

Locução de rádio (podcast, jingles, cerimoniais) é uma trilha voltada para quem busca alcançar os ouvintes, seja pela rádio ou via streaming por meio de podcasts ou web rádios. A turma conhecerá as possibilidades de utilização da própria voz para diferentes finalidades, desde a gravação de chamadas para eventos, voz off em peça de teatro, spot para comércio local, até a postura adequada e como fazer o roteiro de gravação.

11/03 a 27/05

Quintas-feiras, das 18h às 20h45

20 vagas | a partir de 14 anos

O Instagram vem se destacando no alcance digital para diferentes setores, como a moda, beleza e estética, turismo, gastronomia e decoração. Por isso, a trilha Marketing digital no Instagram é voltada para quem procura um treinamento atualizado, prático e que incorpore as ferramentas de marketing nesta rede.

11/03 a 27/05

Quinta-feira, 18h às 20h45

20 vagas | a partir de 14 anos

 Jardim São Luís:

A proposta da trilha Produção e elaboração de Projetos Culturais é apresentar métodos para profissionais da produção cultural que desejam se especializar no planejamento estratégico para coletivos e artistas solos, a fim de concorrer em editais e na busca de captação de recursos. Neste curso, 50% das vagas serão reservadas para mulheres cis e trans, como forma de incentivá-las como proponentes dos projetos.

17/04 a 26/06

Sábados, das 14h às 16h

20 vagas | A partir de 16 anos

Construindo uma Docência Solidária para o Pensar e o (Re)Criar tem o objetivo de trabalhar a prática de educadores e professores a partir das vivências individuais e coletivas desses profissionais com seus alunos e alunas, partindo da compreensão de que a docência em seu sentido pleno não envolve apenas o ato de ensinar. O universo do brincar de diferentes culturas será adicionado nos encontros para a construção dos imaginários.

06/03 a 26/06

Sábado, 9h às 11h

20 vagas | Preferencialmente para professores e educadores da rede pública de ensino

Vila Nova Cachoeirinha:

Pelo Núcleo de formação circense – Projeto Folias – Princípios e Fundamentos, aprendizes terão a oportunidade de aprofundar o conhecimento no campo teórico e artístico por meio de atividades de introdução, aperfeiçoamento e manutenção das técnicas do circo. Serão apresentadas possibilidades por meio do tecido, trapézio, lira, corda lisa, acrobacias de solo, mini trampolim, cama elástica e tramp wall.

16/02 a 03/07

Terças e quintas-feiras, das 14h às 16h45;

Sábados, das 9h às 11h45

30 vagas | 14 a 21 anos

Por meio da trilha Criação de Apps para Celular, aprendizes vão aprender técnicas de geração de soluções em app com design thinking, além de programar em Flutter usando o DartPad.dev que permite programação sem instalação de nenhum programa. No final os (as) participantes terão produzido apps básicos no DartPad, pensando como programadores de aplicativo.

27/03 a 29/06

Terça-feira, 19h às 21h

30 vagas | a partir de 14 anos

Compartilhe

Thais Senahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Sou professora de inglês, formada em Comércio Exterior, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e parte do grupo de Pesquisa Laroyê - Culturas Infantis e Pedagogias Descolonizadoras. Já atuei como professora voluntária e em projetos populares, fez formação em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Conselho Britânico e há 6 anos atua também na Ebony English, que ensina inglês com cultura negra.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES