fbpx
19.5 C
São Paulo
segunda-feira, 29 novembro 2021
HomeNotíciaElza Soares desabafa sobre falta de oportunidades para negros: "Inaceitável"

Elza Soares desabafa sobre falta de oportunidades para negros: “Inaceitável”

Em um longo texto publicado em uma rede social, Elza Soares cobrou medidas dos governantes para diminuir a desigualdade

Elza Soares faz show e recebe homenagem neste fim de semana em ...
Elza Soares. (Foto: Divulgação)

Após repudiar as ofensas racistas do ex-diretor da Band, Rodrigo Branco, contra Maju Coutinho e Thelma Assis, a cantora Elza Soares voltou às redes para defender mais oportunidades de trabalho e desenvolvimento social para pessoas negras. “É inaceitável que ainda haja esse abismo entre as oportunidades para negros e brancos”, disse Elza logo no início de um longo texto publicado no Instagram.

A cantora cobrou ainda uma postura mais incisiva dos governantes na adoção de medidas e ações para diminuir a desigualdade social. “Precisamos de políticas públicas sérias, seríssimas, que desde a base da educação, das condições de moradia, de saneamento básico, de trabalho e remuneração, possam promover condições para o povo preto brigar de igual pra igual com qualquer outro cidadão, seja lá qual for a cor da sua pele.”, afirma.

“Eu senti na pele o que é falta de oportunidade para uma mulher preta. Eu passei o pão que o diabo amassou com o rabo, pra ter algum reconhecimento e olha… vira e mexe eu ainda sou preterida por conta da minha cor”, disse Elza em outro trecho do desabafo.

Elza aproveitou o momento e falou sobre uma experiência pessoal sua. A artista contou que certa vez, mesmo sendo conhecida no cenário nacional, não conseguiu terminar uma graduação em Direito.

“Poucos de vocês sabem, mas eu tentei terminar minha faculdade de Direito. Juro que tentei. Cara, eu já era reconhecida pela minha voz e nem assim consegui. Ou colocava comida na mesa ou estudava. Tive que largar o curso e o sonho de ser Advogada. Larguei o curso, mas não a causa e vou advogar pela igualdade de direitos para os negros e negras até o meu último dia.”

Por fim, ela pede para que o público assista um vídeo de Thelma que ela anexou junto à publicação. No vídeo, Thelma afirma que durante a graduação, ela foi a única aluna negra por vários semestres. Confira:

View this post on Instagram

Gentem, precisamos falar sobre isso. É inaceitável que ainda haja esse abismo entre as oportunidades para Negros e Brancos. Precisamos exigir de quem elegemos, seja lá quem for, de que partido for e que posição política tenha, melhores condições sociais para que [email protected] recebam as mesmas oportunidades. Precisamos de políticas públicas sérias, seríssimas, que desde a base da educação, das condições de moradia, de saneamento básico, de trabalho e remuneração, possam promover condições para o povo preto brigar de igual pra igual com qualquer outro cidadão, seja lá qual for a cor da sua pele. Eu senti na pele o que é falta de oportunidade para uma mulher preta. Eu passei o pão que o diabo amassou com o rabo, pra ter algum reconhecimento e olha… vira e mexe eu ainda sou preterida por conta da minha cor. Mas isso não me faz querer uma guerra entre Brancos e Negros. Isso me faz querer direitos realmente iguais para [email protected] nós e não um “cala-boca” de vez em quando pra fingirem que estão fazendo algo. Não estão! Odeio falar de idade, mas eu tenho quase nove décadas de vida e ainda não vi nenhuma ação realmente sustentável que mudasse essa situação. Nove décadas é pouco tempo, né, meu bem? Pois é… deve ser, porque nada mudou. Poucos de vocês sabem, mas eu tentei terminar minha faculdade de Direito. Juro que tentei. Cara, eu já era reconhecida pela minha voz e nem assim consegui. Ou colocava comida na mesa ou estudava. Tive que largar o curso e o sonho de ser Advogada. Larguei o curso, mas não a causa e vou advogar pela igualdade de direitos para @s [email protected] até o meu último dia. [email protected] de nós, a grande maioria experimenta diariamente essa dura realidade. Escute as palavra da @thelminha_assis nesse vídeo. Veja como é cruel essa realidade e se disser que é mimimi, vou dizer que você não nasceu preto pra saber o quanto dói nosso flagelo diário. CHEGA! É #poderparaopovopreto ou nada mais. Não aceitamos mais as migalhas ✊????

A post shared by Elza Soares (@elzasoaresoficial) on

Compartilhe

- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES