fbpx
19.5 C
São Paulo
domingo, 23 janeiro 2022
HomeEsporteDorval e a representação no futebol

Dorval e a representação no futebol

O ex-jogador do Santos faleceu há poucos dias, com 86 anos

Dorval é um símbolo de uma outra época do futebol. Parceiro do Pelé, ele também jogou pelo Santos Futebol Clube e foi lá que se tornou um ídolo, mas sua carreira começou bem distante do “peixe”. Nascido em Porto Alegre, em 1935 o jogador passou pelas categorias inferiores do Internacional, seu time de infância, até chegar no Grêmio.

Diferente de muitos jogadores de futebol, Dorval já falou abertamente em entrevistas o motivo de não ter se firmado no time gaúcho: o racismo. Dentro do esporte, principalmente o futebol, os ataques racistas são frequentes e, por pressão, os casos são abafados.

Às vezes eu jogava na meia, às vezes na ponta, fui escalado até na ponta-esquerda. Mas era difícil um jogador de cor se firmar no Grêmio.

Confira a reportagem completa pelo link.

Com o tempo, ele chegou ao Santos, onde demonstrou o seu talento, sendo o quinto jogador com maior número de partidas, 610 ao todo, e sexto maior artilheiro do Santos, com 193 gols, além de ser o ganhador de 17 títulos. Desfrutou da sua glória e ainda ficou conhecido como o “boêmio”, tinha fama de gostar de curtir em uma época de tempos mais rígidos.

Depois de aposentado, o craque escolheu viver a sua vida com discrição. Foi professor de uma escolinha de futebol popular na periferia da capital paulista, trabalhou em uma empresa de plástico, foi funcionário da Secretaria Estadual de Esportes de São Paulo e chegou a ser treinador de times amadores na região do ABC paulista.

Em 2014, voltou a frequentar a Vila Belmiro, com o projeto “Ídolos Eternos”, criado pelo clube santista. A iniciativa contrata ex-jogadores para atuar no marketing, promover e participar de eventos. Essa foi a rotina do ídolo antes de sua partida.

“Há muito mais na representação positiva de mulheres e homens negros”, diz Djamila Ribeiro ao anunciar parceria para séries e filmes

Dorval e o legado no futebol

Dorval jogando pela Seleção Brasileira
Dorval jogando pela Seleção Brasileira | Foto: Acervo CBF

Mesmo com sua própria história, o jogador é muito lembrado pela parceria com Pelé. Ambos fizeram parte do que muitos chamam da era de ouro do futebol, mas pouco se fala sobre a representação viva.

Futebol é uma das coisas que move o Brasil. Você pode não gostar, não se interessar, não ter um time do coração e até desconhecer as regras, mas é inegável a energia da torcida, seja em uma Copa do Mundo ou em uma partida de rua. A questão é que o esporte está vivo, nas esquinas, na televisão e nos brasileiros, por isso pode ser uma forma de conscientização efetiva.

Os poucos ídolos que temos

Muitos jogadores compartilham a mesma história, meninos e meninas com origens humildes, pretos, que vão em busca de um sonho. No meio do caminho, se deparam com gritos de ofensas enfurecidas, alguns se calam e se iludem com medo de perder o prestígio, talvez Pelé tenha sido um desses, já que a questão racial nunca foi um tema para ele. Já Dorval comentou timidamente, o que pode parecer pouco, porém só confirma que o ambiente esportivo precisa mudar.

Compartilhe

Maria Angélicahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Tenho 22 anos, sou nascida e criada no litoral, caiçara com muito orgulho. Além disso, também sou formada em Comunicação Social - Jornalismo. Sempre me encantei com o poder das palavras e por isso sinto que o jornalismo me escolheu, durante a minha breve trajetória profissional tive a oportunidade de contar histórias lindas e é o que pretendo continuar fazendo.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES