fbpx
19.5 C
São Paulo
sexta-feira, 03 dezembro 2021
HomeColunistasDiário de Viagem: Quarta parada da bailarina que viaja o Brasil para...

Diário de Viagem: Quarta parada da bailarina que viaja o Brasil para experimentar danças Afro

Hoje apresentaremos no “Diário de Viagem” a quarta parada da bailarina que viaja o Brasil para experimentar danças Afro.

 

Por Camila Camargo

Fui à primeira aula de uma série que Regina Santos daria no espaço Ilú Obá de Min, em São Paulo. A aula lá foi iniciada com um alongamento em roda, em que todas as participantes (mulheres) se conectavam através do olhar e seguida por uma dinâmica que arrancou gargalhadas de muitas ao andar pela sala, parar, agachar-se e ir ao chão repetidamente.

O ritmo trabalhado durante a aula foi o Yankadi. De origem do oeste africano, é conhecido por ser uma dança de sedução e de movimentos graciosos.

 

As séries de passos ensinados começaram de forma básica, em um nível introdutório e com explicações sobre o local de origem da dança. A medida que iam se repetindo, aumentava a dificuldade dos movimentos.

A professora ensina com muita técnica, próprio de quem trabalha com dança há muito tempo. Com sorriso largo, utilizou o ritmo para trabalhar a graciosidade. Durante a coreografia possibilitou a interação entre as alunas, além da possibilidade da exposição de sedução. Cada uma a sua forma.

FOTO 1

 

Uma aula muito alegre, indicada para quem gostaria de iniciar o contato com a dança africana.

Para mais informações sobre as aulas, faça contato: (11) 98115-1470

 

Sobre Regina Santos:

Regina dá aulas particulares, além das aulas em grupo e dos workshops. As datas das aulas são sempre divulgadas na página: https://www.facebook.com/dancaafroreginasantos/?fref=ts

 

Sobre o Ilu Obá de Min – Educação, Cultura e Arte Negra:

Além de ser o espaço em que ocorrem oficinas de dança e percussão, o Ilú é um bloco de “as mãos femininas que tocam tambores para o rei Xangô” (significado do nome).  O grupo é composto somente por mulheres que levam para as ruas de São Paulo a sua arte como forma de valorizar a cultura negra e empoderar mais e mais mulheres.

Conheça mais sobre o trabalho do Ilú:

 

 

Perfil Camila CamargoCamila Camargo é negra e bailarina, aspirante a produtora cultural e a percussionista. É formada em Publicidade e Propaganda pela ESPM-Sul e especializada em Design Estratégico pela UNISINOS em Porto Alegre. Está sempre buscando as melhores experiências que o mundo pode proporcionar e os aprendizados que elas trazem. Muito ligada à espiritualidade, tem como intenção de vida criar movimentos de conexão.

 

 

 

Compartilhe

- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES