19.5 C
São Paulo
sábado, 28 março 2020
Home Colunistas Diário de Viagem: Ainda no RJ nossa bailarina faz sua sétima parada

Diário de Viagem: Ainda no RJ nossa bailarina faz sua sétima parada

TNM 7 - FOTO ABERTURA

Omar Jimenez e Glêu

No Rio de Janeiro encontrei além de danças afro-brasileiras, dança afro-colombiana.

Entre os bares e os restaurantes da Lapa, o professor Omar Jimenez, também dançarino, percussionista e ator colombiano, trabalha com o resgate da dança e da música africana e colombiana. Ensina ritmos de percussão na primeira parte da aula e vai introduzindo os passos de dança em meio ao treinamento dos tocadores.

Aprendemos passos de Currulao, ritmo do folclore afro colombiano. Tem esse nome em referência a tambores de origem africana, os cununos. Dança vinda do litoral do pacífico da Colômbia é dançada em forma de cortejo, tendo passos específicos para homens e mulheres, que o professor passa com a mesma sabedoria e técnica. Os homens têm passos fortes, em que se agacham, levantam, giram e sapateiam com força, enquanto as mulheres demonstram uma aparente delicadeza.

A coreografia foi dançada na aula em dois formatos, que são bem característicos: em corredor (uma fila de pares) e em roda.

Veja aqui um pedacinho da aula:

https://www.facebook.com/carlosomar.jimenez.1/videos/1038431666221990/

O diferencial para mim na aula do professor Omar foi a finalização. Um momento para livre expressão da dança de cada um. Os alunos, em duelos, dançam e colocam seu aprendizado de passos dentro do ritmo que é tocado pelos percussionistas.

Uma aula de dança indicada para quem quer aprender. Com bastante repetição dos passos, é uma aula alegre e o professor muito animado.

Também ali, próximo a Lapa, fui a uma aula da professora G’leu Cambria. A coreógrafa baiana teve a dança iniciada no terreiro de candomblé ainda criança. Ainda em sua cidade natal, Ilhéus, criou o grupo de dança Balé Afro do Bloco Dilazenze, em que coreografou e foi diretora artística entre os anos de 1995 e 2003.

Dá aula no Rio de Janeiro desde 2002, quando se mudou para a cidade. E mesmo tendo introduzido elementos contemporâneos de dança afro-brasileira, a professora utiliza passos de orixás na forma mais pura que as demais aulas que fiz com outros professores. E faz isso com muita propriedade.

Uma aula cheia de energia, com muitos alunos e ao som de uma percussão ao vivo, que deixa a aula ainda mais vibrante.

Um pouco da aula da professora G’leu Cambria:

Serviço

Aulas do professor Omar Jimenez:

Ocorrem aos sábados, 14h, na Rua do Resende, 52 – Lapa – Rio de Janeiro/RJ.

Mais informações em: https://www.facebook.com/Omar-Jimenez-Oriny-866439933439133/

Aulas da professora G’leu Cambria:

Ocorrem nas segundas e quartas e também nas terças e quintas, às 19h, no Espaço Marun – Rua do Catete, 124 – Lapa – Rio de Janeiro/RJ.

Mais informações em: https://www.facebook.com/GleuCambria

 

Perfil Camila CamargoCamila Camargo é negra e bailarina, aspirante a produtora cultural e a percussionista. É formada em Publicidade e Propaganda pela ESPM-Sul e especializada em Design Estratégico pela UNISINOS em Porto Alegre. Está sempre buscando as melhores experiências que o mundo pode proporcionar e os aprendizados que elas trazem. Muito ligada à espiritualidade, tem como intenção de vida criar movimentos de conexão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

MAIS LIDAS

Ludmilla faz paródia sobre os cuidados contra o coronavírus

Lud criou paródia de “Invocada”. (Foto: Reprodução) Ludmilla, assim como outros artistas e boa parte da população, está...

“Não voto na Thelma”, diz Babu sobre estratégia de jogo

Babu diz que não votaria na Thelma e demonstra parceria. (Foto: Reprodução) Neste ano, além das fadas não...

Blair Underwood revela que já recusou papel em série porque ele explorava homens negros

Underwood fez a revelação durante uma entrevista; A série em questão foi 'Sex and the City' Blair Underwood. (Foto:...

‘Lágrimas de Crocodilo’: Curta aborda história de nordestino em SP; Assista

Curta é uma adaptação do novo álbum do rapper pernambucano Diomedes Chinaski Diomedes Chinaski no...

COMENTÁRIOS RECENTES