Oportunidade

Decreto garante 30% das vagas de estágio para negros em repartições públicas

De acordo com o Atlas da Violência 2018, desenvolvido pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), 64% dos desempregados no Brasil são negros. O mesmo relatório indica que o percentual de negros na universidade é menos da metade dos universitários brancos. Juntos, esses dados revelam que o desafio para a população negra no que condiz à educação, vai muito além do ingresso no ensino superior: se aplica ainda à permanência nele e à conquista do emprego após o término.

A dificuldade em ser admitido numa vaga de estágio, por exemplo, é gritante. São diversos fatores que colaboram para que os candidatos de pele escura sejam reprovados: os cabelos, quando crespos; a distância do trabalho, já que boa parte da população negra habita periferias; a ausência do inglês, visto a dificuldade em pagar um curso; dentre muitos outros.

Sob essa perspectiva, na última semana de junho foi assinado pelo presidente Michel Temer um decreto que garante 30% das vagas de estágio e de jovem aprendiz em espaços públicos para a parcela que representa mais de 50% da população brasileira e ainda assim é minoria em direitos. A medida, proposta pelo Ministério dos Direitos Humanos (MDH), visa inserir a juventude negra no mercado de trabalho, diminuindo assim as desigualdades raciais no país.

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By Amanda Sthephanie
Load More In Oportunidade

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

Você conhece a EmpregueAfro?

Consultoria em recursos humanos e diversidade étnico-racial, a ...

Facebook

Newsletter