fbpx
19.5 C
São Paulo
sexta-feira, 27 maio 2022
HomeAgendaVala: Corpos Negros e Sobrevidas estreia dia 29

Vala: Corpos Negros e Sobrevidas estreia dia 29

A Cia. Sansacroma apresenta o espetáculo sobre genocídio dos corpos negros no Sesc Belenzinho

Ao total, são cinco apresentações da performance “Vala: Corpos Negros e Sobrevidas“, em dois fins de semana: sexta e sábado, às 21h30, e domingo, às 18h30, até o dia 4 de fevereiro. A direção artística, coreográfica e concepção do espetáculo é de Gal Martins, ganhadora do 11º Prêmio Governo do Estado de São Paulo para Artes de 2020 na categoria Cultura Urbana.   

Vala: Corpos Negros e sobrevidas 

A arte pode ser sim usada como instrumento de denúncia e é exatamente isso que Vala: Corpos Negros e sobrevidas faz. A população preta vem sendo exterminada ao longo dos anos, com o apoio do estado e a intervenção da segurança pública. Em nome de uma ordem que só protege brancos e ricos, os jovens negros perdem suas vidas e seus direitos todos os dias.

Espetáculo Vala: Corpos Negros e Sobrevida, estreia dia 29
Espetáculo Vala: Corpos Negros e Sobrevida estreia dia 29 | Foto: Lua Santana

Para exemplificar esse protesto, a Cia. Sansacroma mostra em suas coreografias como a estrutura social foi justificando e moldando novos valores, a urbanidade, a civilidade, a segurança pública e a política de morte.   

Gal Martins teve a ideia de produzir o espetáculo após uma visita ao Cemitério dos Pretos Novos, no Bairro da Gamboa, Rio de Janeiro. No local, arqueólogos encontraram mais de 5.000 fragmentos de ossos e dentes de pessoas negras. É possível que possam estar enterrados na área até 20 mil corpos de africanos escravizados, que morreram durante a viagem marítima de três meses ao Brasil.   

O local foi transformado em um instituto que manteve três valas abertas, com ossadas e objetos de escravizados expostos ao público. 

“Eu fiquei muito mexida porque há uma energia muito forte naquele lugar. Então tive a ideia de criar o Vala. É um espetáculo que fala de morte da população negra. A ideia do espetáculo é justamente falar que fomos enterrados, mas apesar de tudo, temos sobrevidas. Esse enterro não é literal, mas simboliza a tentativa de matar nossa ancestralidade, construindo a ideia do corpo oco a partir da política de violência instalada no país. E, como pessoas pretas, temos que renascer constantemente” explica a diretora.   

Vala traz ao palco o processo de objetificação e desumanização do corpo negro. Sem dúvida, foi um dos instrumentos de opressão e manutenção da ordem e do status quo da sociedade. Trata-se de um espetáculo que fala de morte, mas, ao mesmo tempo, fala principalmente da vida.    

Espetáculo Vala: Corpos Negros e Sobrevida, estreia dia 29
Espetáculo Vala: Corpos Negros e Sobrevida estreia dia 29 | Foto: Lua Santana

Em mais um trabalho de convergência rítmica entre Brasil e Cuba, Te Lo Dira La Noche” é o novo single do Batanga & Cia

Confira abaixo o teaser de “Sociedade dos Improdutivos”, obra da Cia. Sansacroma em 2015.

Ficha Técnica  

Direção Artística, Direção Coreográfica e Concepção do espetáculo: Gal Martins 

Assistente de Direção: Djalma Moura Intérpretes  

Criadores: Aysha Nascimento, Cristiano Saraiva, Djalma Moura, Erico Santos, Marina Chagas, Regina Santos, Sabrina Dias, Victor Almeida e Tiago Silva  

Trilha Sonora: Dani Lova e Fefê Camilo  

Figurinos e Adereços: Gil Oliveira  

Projeto de Luz e Cenografia: Caio Marinho  

Engenheiro de som Danilo Santana  Preparação Corporal: Djalma Moura  

Fotografia: Lua Santana  

Direção de Produção: Vanessa Soares – Movimentar Produções 

Assistentes de Produção: Dani Lova e Tonny Antonyo  

Mídias Sociais: Elo Negro Comunicação  

Assessoria de Imprensa: Lau Francisco  

Design: Lais Oliveira  

Apoio: Fomento à Dança de São Paulo – 2020 

PROTOCOLOS DE SEGURANÇA PARA ACESSO E PERMANÊNCIA NA UNIDADE

Máscaras
Permanece obrigatório o uso de máscaras, cobrindo adequadamente boca e nariz.

Apresentação do comprovante de vacina
Em todas as unidades do Sesc no estado de São Paulo é necessário apresentar o comprovante de vacinação contra a Covid-19.

Desde 1⁰ de dezembro, o acesso às unidades passa a ser realizado mediante comprovação de duas doses da vacina ou da dose única, e um documento oficial com foto. O público pode apresentar o comprovante físico, recebido no ato da vacinação, ou o comprovante digital, disponibilizado pelas plataformas VaciVida e Conecte SUS, ou pelo aplicativo e-saúdeSP.

Dança VALA – CORPOS NEGROS E SOBREVIDAS com a Cia. Sansacroma 

De 29 de janeiro a 6 de fevereiro de 2022.

Sexta e sábado, 21h30. Domingo, 18h30

Local: Sala de Espetáculos I (80 lugares) 

Acesso somente com uso de máscara e apresentação do comprovante de vacinação com esquema vacinal completo 

[OBS: Devido ao atual cenário pandêmico, com a alta disseminação da variante Ômicron e da gripe Influenza, datas estão sujeitas a alterações. Favor consultar sescsp.org.br/belenzinho e @sescbelenzinho no Facebook e Instagram para atualizações].

Ingressos: R$ 30,00 (inteira); R$15,00 (meia entrada/ Credencial Plena do Sesc). Venda online em sescsp.org.br/belenzinho. Venda presencial nas bilheterias de todas as unidades da rede Sesc Recomendação etária: 12 anos Duração: 60 minutos 

Compartilhe

Maria Angélicahttps://todosnegrosdomundo.com.br
Tenho 22 anos, sou nascida e criada no litoral, caiçara com muito orgulho. Além disso, também sou formada em Comunicação Social - Jornalismo. Sempre me encantei com o poder das palavras e por isso sinto que o jornalismo me escolheu, durante a minha breve trajetória profissional tive a oportunidade de contar histórias lindas e é o que pretendo continuar fazendo.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES