fbpx
19.5 C
São Paulo
quarta-feira, 08 dezembro 2021
HomeNotíciaCoronavirus é mais letal nas periferias, dizem especialistas

Coronavirus é mais letal nas periferias, dizem especialistas

Paraisópolis. (Foto: Reprodução/Google)

A pandemia do novo coronavirus é mais letal em regiões periféricas do do que em áreas nobres. A conclusão é de especialistas ouvidos pelo jornal O Globo que apontaram ainda que o isolamento social é um privilégio de determinadas camadas sociais.

“Se separarmos os bairros de São Paulo em três grupos, de acordo com a renda, observaremos que a mortalidade é bem menor nos distritos mais ricos, enquanto persiste nos de renda intermediária e baixa”, afirmou o epidemiologista da USP, Paulo Lotufo ao jornal.

O médico sanitarista Ivan França Jr, também da USP, lembrou que agora, as comunidades historicamente mais afetadas pela desigualdade social, irão pagar o preço.

“Vamos pagar o preço da nossa desigualdade. E quem vai pagar a maior parte dessa conta serão os mais pobres, que não têm condições de ficar em casa, não têm saneamento, não têm nem sequer como lavar as mãos porque a água não chega”.

Ele apontou ainda o privilégio que muitas classes possuem de poder ficar em isolamento social.

“Isolamento dentro de casa como panaceia é um sonho de classe média. É preciso uma resposta global, social. O sistema de saúde tem que usar o teste ativamente para ir atrás dos casos. O teste é para saber onde a doença está e contê-la, sobretudo nas áreas mais pobres. Vamos esperar as pessoas nas unidades de saúde ou usar o teste como instrumento de contenção da epidemia?” questionou França Jr.

Desde que esta pandemia chegou às camadas mais baixas da sociedade, percebeu-se sua letalidade para a população negra, periférica e que, historicamente, sempre foi a mais carente de desenvolvimento social.

Compartilhe

- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES