fbpx
19.5 C
São Paulo
sexta-feira, 03 dezembro 2021
HomeInternacionalDJ Cuppy é a apresentadora do primeiro programa africano da Apple Music

DJ Cuppy é a apresentadora do primeiro programa africano da Apple Music

Cuppy, DJ nigeriana que mudou para a Inglaterra aos 13 anos, fala sobre o novo programa, fatos marcantes de sua vida e os protestos do movimento Black Lives Matter.

#blackAF é renovada para 2ª temporada

Florence Ifeoluwa Otedola, mais conhecida como DJ Cuppy ou “Princesa do Afrobeat”, é a nova apresentadora da Apple Music: desde o mês passado, ela comanda o programa “Africa Now Radio”. Em entrevista à revista Essence, a DJ nigeriana conta que o convite não aconteceu por acaso: no ano passado, já havia feito uma demo e esse ano a Apple oficializou seu interesse. Ela diz: “Não foi só uma coincidência, mas um resultado de anos de trabalho duro.”

DJ Cuppy, que começou a ter sua fama reconhecida por volta de 2014, através do MTV Africa Music Awards e depois de ser apontada pelo Ministro do Turismo, Cultura e Orientação Nacional como embaixadora do turismo, também diz que houve uma revolução, uma vez que os artistas africanos estão levando a cena musical a outro nível e que “os holofotes estão em nós agora.”

Ela também disse que este programa é seu trabalho dos sonhos: “Meu novo programa é tudo para mim, literalmente. Trabalhar com a Apple Music nesse projeto especial tem sido a experiência mais incrível (e olha que faz só algumas semanas!). Eu tenho muito orgulho de ser africana e a essência da minha marca é promover a cultura do continente. Meu show me permite continuar defendendo o que nós africanos representamos e colocar uma luz sobre nossos inúmeros talentos criativos. Como uma jovem nigeriana, ter a oportunidade de apresentar um programa global que me ajuda a fazer exatamente isso é tornar um sonho realidade e honestamente é surpreendente. Eu ainda me belisco às vezes para confirmar que é real.”

E, claro, há uma pressão sobre ela ser a primeira, mas ela diz que muito dessa pressão também vem de seu perfeccionismo e de sua vontade ser a melhor em tudo o que faz. Parece estar funcionando, seu novo programa é prova disso. Mas, além disso, a DJ deve lançar em breve seu primeiro álbum, Original Cuppy, em que que ela diz ter envolvido “alguns dos artistas mais talentosos do mundo” para criar uma “obra de arte.”

A embaixadora também falou sobre sua presença nos protestos do movimento Black Lives Matter em Londres. Ela diz ter pensado em vários motivos para não comparecer, mas que no fim percebeu que não conseguiria lidar consigo mesma se não se envolvesse. Cuppy conta que, aos 13 anos, a família de mudou de Lagos, na Nigéria, para o Reino Unido, onde ela passou a frequentar um internato e que suas experiências mudaram radicalmente, de conviver com pessoas que eram todas do mesmo tom de pele que ela a muitas vezes ser a única pessoa negra do ambiente. Ela diz ter sofrido com isso, na escola e mesmo em sua carreira enquanto DJ, em que já foi proibida de entrar em um espaço antes de ter sido reconhecida como a DJ do evento e por isso decidiu participar e promover a mudança através dos protestos.

O programa “Africa Now Radio” está disponível na Apple Music, serviço de streaming de música da Apple.

Via: Essence

Compartilhe

Vinícius Gonçalves
Geminiano, viciado em tecnologia, filmes de terror e cinema.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES