fbpx
19.5 C
São Paulo
terça-feira, 18 janeiro 2022
HomeArteConcurso Arte na Rua seleciona artistas LGBTQIA+

Concurso Arte na Rua seleciona artistas LGBTQIA+

Os artistas escolhidos irão criar ações na cidade de São Paulo. As inscrições vão até o dia 24 de setembro

A arte de rua sempre foi, acima de tudo, democrática. A rua é espaço de todos. Com isso, é o lugar para levantar as bandeiras, colorir e ocupar. Pensando nisso, o concurso cultural “Arte na Rua” vai priorizar artistas da comunidade LGBTQIA+. Essa é a chance de dar visibilidade aos novos nomes do grafite brasileiro. Além disso, é também uma maneira de incluir.

Para se inscrever, você deve acessar este link até o dia 24 de setembro. Além disso, é preciso enviar criações originais. Os curadores do concurso vão avaliar as obras. Serão observadas a diversidade e representatividade, originalidade, criatividade e técnica da arte.

34ª Bienal de São Paulo traz mais artistas negres e indígenas

Os 10 finalistas vão para votação popular, que também acontecerá pelo site e que selecionará os 5 vencedores do concurso. O artista mais votado irá pintar uma empena – que são as paredes laterais de um edifício. Já os outros vencedores terão a oportunidade de pintar murais em diversos locais da cidade.

O concurso propõe trazer todo o orgulho e representatividade que fazem parte da trajetória desses artistas. Principalmente usando a cidade como suporte artístico.

Esse é um projeto realizado pela Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo por meio do Programa de Ação Cultural – ProAC ICMS. Além disso, tem o patrocínio do C6 Bank. Este é o banco digital para pessoas físicas e jurídicas que tem o respeito e a transparência entre seus principais valores.

Concurso Arte na Rua
Logo: Divulgação do Concurso Arte na Rua

Compartilhe

Maria Angélicahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Tenho 22 anos, sou nascida e criada no litoral, caiçara com muito orgulho. Além disso, também sou formada em Comunicação Social - Jornalismo. Sempre me encantei com o poder das palavras e por isso sinto que o jornalismo me escolheu, durante a minha breve trajetória profissional tive a oportunidade de contar histórias lindas e é o que pretendo continuar fazendo.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES