fbpx
19.5 C
São Paulo
domingo, 03 julho 2022
HomeCelebridadesComo Sidney Poitier influenciou a carreira de outros atores negros?

Como Sidney Poitier influenciou a carreira de outros atores negros?

Sidney Poitier foi ator, diretor de cinema e ativista. Com uma longa carreira que envolve dezenas de filmes e indicações a premiações como o Globo de Ouro e os Emmy Awards, Poitier ficou conhecido como o primeiro homem negro a receber o Oscar, por sua atuação no filme “Uma Voz nas Sombras”, de 1963.

Poitier sabia do que suas conquistas representavam. Certa vez, teria dito se sentir como se “estivesse representando 15, 18 milhões de pessoas a cada filme que fizesse”. E estava mesmo.

Aos 94 anos, o artista nos deixou e, com sua partida, muitas foram as manifestações pelas redes sociais. Para além de falar sobre a vida dele que representa um marco para quem sonha em viver de arte, mas também para todes que sabem do impacto da arte em nossas vidas, selecionamos personalidades que falam sobre como Poitier influenciou suas e outras carreiras e as manifestações após a notícia:

Série “O Lobo do Lobo e a Literatura Latino-americana” estreia hoje com Conceição Evaristo

O legado de Sidney Poitier

Foto: Reprodução

A comediante , escritora e atriz Wanda Sykes lamentou a morte de Poitier e, ao agradecê-lo, disse também que ele é o primeiro, o exemplo a todos os outros.

Foto: Reprodução

A atriz e comediante Whoopi Goldberg, que foi recentemente diagnosticada com COVID-19, escreveu: “Se você quisesse o céu, eu escreveria no céu em letras que chegariam a trezentos metros de altura. Para o senhor com amor. Sir Sidney Poitier R.I.P. Ele nos mostrou como alcançar as estrelas. Minhas condolências à família dele e a todos nós também.”

Foto: Reprodução

O ator, escritor, diretor, roteirista e empresário Tyler Perry, que recentemente participou do filme de grande repercussão “Não Olhe Para Cima” publicou: “A graça e a classe que este homem mostrou em toda sua vida, o exemplo que ele estabeleceu para mim, não só enquanto homem negro, mas como ser humano, nunca serão esquecidos”.

Foto: Reprodução

A atriz, autora e produtora Octavia Spencer falou sobre quando encontrou com Poitier logo após receber uma premiação: “Jamais esquecerei a ocasião em que conheci o senhor Poitier. Eu tinha acabado de ganhar um prêmio e ele e Helen Mirren estavam caminhando pela cozinha até o palco para apresentar. Quando tenho uma sobrecarga de adrenalina, isso tem um efeito adverso. Eu não consigo dobrar meus joelhos. Então, lá estou eu com meus saltos e um prêmio em minhas mãos, chocada e suada, ENCARANDO os dois. Eu estava procurando uma palavra para dizer, mas não conseguia me lembrar de nenhuma. Eu devo ter sido uma visão lamentável porque ele parou com o maior sorriso e me parabenizou. Finalmente deixei escapar ‘Amo vocês… os dois’. Ele me disse que esperava grandes coisas de mim. Tem alguma coisa em ouvir essas palavras de um pioneiro que muda quem você é! Obrigado, senhor Poitier!! Eu tenho andado alto desde então!”

Foto: Reprodução

O cantor, compositor, músico e produtor Lenny Kravitz para relembrar momentos em que esteve acompanhado de Poitier e Denzel Washington, por exemplo, para dizer que sua luz vai apagar. “As portas que você abriu e caminhos que você criou continuarão abrindo caminhos para aqueles com um sonho. Você mostrou ao mundo que, com visão e graça, tudo é possível. Sua excelência sempre será sua referência.”

Foto: Reprodução

A atriz, apresentadora, produtora e empresária Oprah Winfrey disse ter a sensação de que a maior das árvores tinha se tombado e agradeceu pela oportunidade de tê-lo como mentor e enalteceu que Poitier era hum amigo, irmão e confidente.

No Brasil, artistas também usaram suas redes sociais para prestar homenagem à grande potência que foi – e que, para nós, sempre será, já que só morre aquele não é lembrado – Sidney Poitier.

Compartilhe

Thais Sena
Thais Senahttps://todosnegrosdomundo.com.br
Sou professora de inglês, formada em Comércio Exterior, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e parte do grupo de Pesquisa Laroyê - Culturas Infantis e Pedagogias Descolonizadoras. Já atuei como professora voluntária e em projetos populares, fez formação em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Conselho Britânico e há 6 anos atua também na Ebony English, que ensina inglês com cultura negra.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES