fbpx
19.5 C
São Paulo
sexta-feira, 03 dezembro 2021
HomeNotíciaChico Buarque fica espantado com Botelho, que liga para empresário do cantor...

Chico Buarque fica espantado com Botelho, que liga para empresário do cantor para tentar se explicar

Chico Buarque e Claudio Botelho: cantor e compositor está espantado com falas do ator e diretor de musicais - Foto: Divulgação

Chico Buarque e Claudio Botelho: cantor e compositor está espantado com falas do ator e diretor de musicais – Foto: Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO

O cantor e compositor Chico Buarque ficou espantado com as declarações de Claudio Botelho, a quem autorizou a montagem do espetáculo Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos, apurou o site.

Chico Buarque também decidiu não dar mais autorização para que Botelho utilize canções suas neste ou em outros espetáculos no futuro.

O musical teve apresentação polêmica em Belo Horizonte, neste sábado (19), no Sesc Palladium, quando Botelho utilizou uma cena da obra para chamar, no palco, a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula de “ladrões”, ao que foi respondido em coro por parte da plateia: “Não vai ter golpe”.

A peça foi interrompida, e a sessão deste domingo (20), cancelada. O valor do ingresso está sendo devolvido aos espectadores, e o Sesc Minas pediu desculpas ao público pelo ocorrido.

 

Em áudio divulgado pela Mídia Ninja, Botelho diz a seguinte frase, durante discussão nos bastidores com a atriz Soraya Ravenle, sua colega de elenco, logo após a polêmica em cena: “um ator não pode ser peitado por um negro, por um filho da puta“.

 

Procurado, Botelho não se manifestou sobre o teor racista de sua frase. Tampouco explicou por que escolheu usar um espetáculo com músicas de Chico Buarque, nome fortemente ligado à esquerda, para manifestar seu posicionamento político, justamente contrário ao do compositor.

 

Botelho liga para empresário de Chico

A reportagem também procurou o cantor e compositor Chico Buarque, para saber o que ele acha do episódio. Chico Buarque preferiu não se pronunciar.

Contudo, a reportagem apurou que, nesta manhã, ao saber da postura de Botelho em BH, o cantor teve uma reação “de espanto e de desagrado”, segundo revelou ao site uma pessoa próxima a Buarque.

A reportagem apurou ainda que o próprio Botelho telefonou nesta manhã para Vinicius França, empresário de Chico Buarque, para tentar se explicar e dizer que, de todo modo, Belo Horizonte era a última cidade da turnê do espetáculo Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos.

Mesmo assim, Chico Buarque resolveu não mais autorizar Botelho a fazer o espetáculo com sua obra nem mais dará autorização para que o diretor utilize suas músicas em suas montagens.

Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos, produzida, protagonizada e dirigida por Botelho, é um compilado de canções do artista, muitas delas verdadeiros hinos contra a ditadura civil-militar que vigorou no Brasil entre 1964 e 1985, cantadas pelo elenco ao estilo Broadway.

 

Claudio Botelho é dono da produtora Möeller & Botelho, ao lado do sócio Charles Möeller, responsáveis por musicais de sucesso como A Noviça Rebelde e Hair, entre outros. Atualmente, a dupla dirige o musical Cinderella, em cartaz no Teatro Alfa, em São Paulo.

 

 

 

Retrato de Miguel Arcanjo, colunista de teatro do portal R7.comVice-presidente da APCA, Miguel Arcanjo Prado é pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela USP, graduado em Comunicação pela UFMG e mestrando em Artes na UNESP. Jornalista premiado, passou por O Pasquim 21, TV UFMG, Globo, Curso Abril de Jornalismo, Contigo!, Ilustrada na Folha de S.Paulo, Agora, R7, Record, Record News e UOL. Integra os júris dos prêmios APCA, Reverência, Aplauso Brasil e Sesc Melhores Filmes.

Compartilhe

- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES