fbpx
19.5 C
São Paulo
quarta-feira, 08 dezembro 2021
HomeNotíciaCedella Marley quer manter o legado de seu pai vivo

Cedella Marley quer manter o legado de seu pai vivo

Cedella ressalta as palavras do pai: “Minha música vai viver para sempre”.

Cedella Marley é cantora, dançarina, estilista, atriz, empreendedora, idealizadora do livro Cooking with Herb (Cozinhando com a erva, em tradução livre), mãe e ainda encontra tempo para manter vivo o legado de seu pai, Bob Marley. Em entrevista à Essence, Cedella contou como sua família trabalha para promover um mundo melhor.

Blitz Bazawule, um dos diretores de ‘Black Is King’, é escolhido para musical de ‘A Cor Púrpura’

Ela afirma que, hoje em dia, já nem escuta tanto as músicas do pai, mas se concentra mais em suas entrevistas. Segundo ela, há uma grande diferença entre ouvir as músicas e ouvir o que ele tinha a dizer. Ela diz refletir sobre a situação pela qual Marley passava, lidando com a negatividade, classicismo, uma tentativa de assassinato, um câncer tardio e ainda assim encontrar forças para criar mensagens que tocassem diversas gerações. Para Cedella, “[sua música] é mais relevante hoje do que era há 40 anos”.

Por isso, ela trabalhou por 2 anos – com bastante paciência – em muitas das reflexões de Bob Marley para lançar o livro Redemption: Reflections on Creating a Better World (Redenção: reflexões para criar um mundo melhor, em tradução livre). Cedella diz que essas atividades a fazem sentir mais próxima do seu pai.

A mensagem também reverbera em sua família: “O que eu digo aos meus filhos é que nunca devemos deixar que nada nos impeça de lutar pelo que queremos lutar. A pandemia, seja o que for. Não deixe que a pandemia seja a sua pandemia. Porque sabemos que há formas de passar por isso.”

Além do livro, Cedella também trabalhou em parceria com a CEO da gravadora Ampliflied, Serena Sass, e com a UNICEF para lançar uma versão remasterizada de One Love, que veio acompanhada de um vídeo reunindo artistas de diversas partes do mundo. Sass diz: “Cedella e eu estávamos conversando sobre fazer algo juntas esse ano. Então estávamos tentando achar alguma coisa antes do isolamento. Assim, logo que o isolamento começou, nós ficamos tipo ‘ok… é One Love, tem que ser One Love. Neste momento do planeta, é o que todos precisam.’” Toda a renda da resmaterização será doada para que a UNICEF ajude as crianças afetadas pela pandemia, incluindo crianças dos países cujos artistas participaram do vídeo.

Cedella lembra que Bob Marley costumava dizer “Se tem uma coisa que eu sei, é que minha música vai viver para sempre” e as pessoas sempre se perguntavam o que ele queria dizer. E completa: “Agora vocês sabem.”

Confira a remasterização de One Love:

Compartilhe

Thais Senahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Sou professora de inglês, formada em Comércio Exterior, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e parte do grupo de Pesquisa Laroyê - Culturas Infantis e Pedagogias Descolonizadoras. Já atuei como professora voluntária e em projetos populares, fez formação em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Conselho Britânico e há 6 anos atua também na Ebony English, que ensina inglês com cultura negra.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES