fbpx
19.5 C
São Paulo
domingo, 22 maio 2022
HomeDivulgação“Bicho de Sete Cabeças” estreia dia 27 e une o trap...

“Bicho de Sete Cabeças” estreia dia 27 e une o trap e o R&B

O clipe do rapper Rei Lacoste conta com uma narrativa própria do significado de amor, amizade e parceria

Abrindo os trabalhos deste ano, o rapper baiano Rei Lacoste lança o clipe “Bicho de Sete Cabeças”, nesta quinta-feira (27), às 10h, no Youtube. A produção, que é um feat com a cantora Dunna, marca não só a parceria entre os amigos, mas também a experimentação de uma nova musicalidade.

O single, que traz a junção entre o trap e o R&B, apresenta a contradição harmônica entre uma voz doce e arrastada e um flow direto e grave, no qual evidencia também as dualidades presentes na letra da música.

“A música fala sobre amor, de uma forma madura, mas com problemáticas do convívio, de dividir uma vida. E o bicho de sete cabeças está aí, na coisa grandiosa e ao mesmo tempo simples do cotidiano, da vida, das pessoas, das relações. Mas, apontando para algo otimista, como no refrão”, explica Rei Lacoste. 

Sobre a parceria no single, Dunna conta que as ideias surgiram quase como um freestyle, em um momento de experimentação dos amigos. “Fomos criando a letra e a melodia juntos e teve um momento que bateu tudo. Essa música é muito especial pra mim porque marca um momento crucial da minha carreira”.

Rei Lacoste comentou em seu Instagram a alegria em ter como parceira nesse novo projeto a cantora Dunna.

A invisibilidade de mulheres negras no entretenimento

Bicho de Sete Cabeças: O Clipe

No audiovisual, o clima de romance não perde seu foco, mas segundo a roteirista e diretora do clipe, a cineasta e curadora do Panorama, Camila Gregório,  a produção conta a história não-narrativa de duas pessoas que se destacam pelo inconforme. 

CAPA do single Bicho de Sete Cabeças
CAPA do single Bicho de Sete Cabeças | Foto: Divulgação

Em tom mais casual, do encontro inicial, com os passeios por uma Salvador de pontos turísticos, mas que causa estranhamento, Rei Lacoste e Dunna se apresentam com roupas de apicultores para representar um mundo hostil, onde eles se protegem das abelhas que estão presentes em seus cotidianos. “A união entre o cinema e a música proporciona liberdade e possibilidades. Estou muito animada em trabalhar com dois artistas que admiro há anos, pela multiplicidade de competências artísticas”, conta a diretora.

Desde a música até os detalhes de todo o clipe, a obra é composta por parceiros e amigos como o produtor musical ZePeto (BAGUM), o guitarrista Felipe Vaqueiro (Tangolo Mangos), e o diretor de fotografia Erick Lawrence, que fez a fotografia, montagem e cor do audiovisual. 

Para quem curte o som, já vale a pena ficar esperto no pré-salve, acesse o link.

“Baianas”, roda de conversa integrante do projeto Sou Encruzilhada, Sou Porta de Entrada. Sou Correnteza da Vida, Esquina Cortada: Ave Bixiga!, acontece dia 30

Rei Lacoste

Rei Lacoste é rapper, compositor, designer, produtor musical e audiovisual soteropolitano, integrante do selo Balostrada Records. Utiliza do pop ao experimentalismo para traduzir o diálogo entre cultura de massa, popular, erudita e experimental. Em 2020, realizou sua primeira turnê internacional, viajando por três cidades do México. 

Rei Lacoste  para o clipe do single "Bicho de Sete Cabeças" | Foto: Divulgação
Rei Lacoste para o clipe do single “Bicho de Sete Cabeças” | Foto: Divulgação

Desde 2018, dirigiu cerca de 20 videoclipes de trap, contribuindo para o desenvolvimento da linguagem visual da cena na cidade. Já lançou um EP, e três mixtapes, sendo a mais recente “Tutorial de Como Ser Amado”, lançada em 2021.

Em mais um trabalho de convergência rítmica entre Brasil e Cuba, Te Lo Dira La Noche” é o novo single do Batanga & Cia

Ficha técnica: 

Direção e roteiro: Camila Gregório

Direção de fotografia: Erick Lawrence

Ass. de Direção: Iago Cordeiro

Ass. de Produção: Tota Fernandes

Fotografia e capa: Rei Lacoste

Prod. música: Rei Lacoste e ZePeto

Guitarra: Felipe Vaqueiro

Bass e Synths: ZePeto

Compartilhe

Maria Angélicahttps://todosnegrosdomundo.com.br
Tenho 22 anos, sou nascida e criada no litoral, caiçara com muito orgulho. Além disso, também sou formada em Comunicação Social - Jornalismo. Sempre me encantei com o poder das palavras e por isso sinto que o jornalismo me escolheu, durante a minha breve trajetória profissional tive a oportunidade de contar histórias lindas e é o que pretendo continuar fazendo.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES