fbpx
19.5 C
São Paulo
sexta-feira, 19 agosto 2022
HomeINTERNACIONAISAkon anuncia a criação de cidade eco-friendly com seu nome no Senegal

Akon anuncia a criação de cidade eco-friendly com seu nome no Senegal

Akon já estava envolvido em projetos de energia solar em Serra Leoa. Agora ele quer entrar no mercado de ecoturismo. Recentemente, ele assinou um acordo com a Empresa Senegalesa de Desenvolvimento e Promoção de Costas e Zonas Turísticas (Sapco) com o objetivo de construir um hotel e um shopping com vista para o mar próximo a Mbodième, uma vila a 120km do sul de Dakar (e a cerca de 5 minutos do aeroporto Blaise Diagne). A cidade terá até sua própria criptomoeda.

JuPat lança videoclipe de Acordar

A estrela do hip-hop de descendência senegalesa já havia anunciado seus planos de construir uma cidade sustentável no Senegal anteriormente. Esta semana, ele anunciou em seu perfil no Instagram o contrato de 6 bilhões de dólares (aproximadamente 32 bilhões de reais) para a construção da primeira fase de seu projeto, com o nome de Akon City.

A empresa escolhida, KE International, já tem outros empreendimentos no continente africano. Em dezembro deste ano, deve inaugurar a MMTC (Mwale Medical and Technology City), uma cidade sustentável de 2 bilhões no submunicípio de Butere, Kakamega, na parte ocidental do Senegal.

A MMTC, que já está 85% concluída, foi fundada pelo empresário e investidor queniano residente dos EUA, Julius Mwale. O MMTC é ancorado pelo Hamptons Hospital, um grande hospital de referência de 5000 leitos que foi aberto ao público em 2019 e recentemente se associou à plataforma AKOIN para suas transações digitais baseadas em blockchain.

Todo o Hospital Hamptons será concluído até o final de 2020 e atualmente é um centro de referência para a prevenção e tratamento do COVID-19 no Condado 14 Bloco Econômico da Região dos Lagos do Condado (LREB)14 County Lake Region Economic Bloc (LREB) do Quênia, uma região com uma população de 16 milhões de pessoas.

A KE International, localizada em Dubai, será responsável pelo design arquitetônico da Akon City. A cidade, que será construída para ser uma cidade sustentável, ocupará uma área de 2000 hectares. A empresa de consultoria e engenharia optou então por implementar esse mega projeto com a Bakri & Associates Development Consultants e já assegurou 4 bilhões para a realização da primeira fase, que será concluída em 2023 e resultará em estradas, um hospital Hamptons, um shopping Hamptons, residências, hotéis, uma estação policial, um aterro para tratamento dos resíduos e uma usina de energia solar para suprir todo o território.

A cidade já foi designada uma “zona tributária especial” pelo governo senegalês. Essa distinção permite a redução de importações na cidade de Akon, que é atraente para os investidores. A cidade será integrada à visão turística do país graças à parceria firmada em janeiro.

A segunda fase começará em 2024 e prevê sua conclusão, em 2029, com a cidade girando exclusivamente em torno de sua criptomoeda, AKOIN. Após este periódo, a cidade deve receber o certificado LEED (sigla em inglês para Liderança em Energia e Design Ambiental), um sistema norte-americano de padronizar construções ambientais de alta qualidade criado pelo US Green Building Council.

A Akon City também terá parques, universidades, escolas, um estádio e um complexo industrial e estará completa em 2020.

Via: Afrik21

Compartilhe

Vinícius Gonçalves
Vinícius Gonçalves
Geminiano, viciado em tecnologia, filmes de terror e cinema.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES