fbpx
19.5 C
São Paulo
segunda-feira, 06 dezembro 2021
HomeAgendaAfropunk Bahia tem data marcada

Afropunk Bahia tem data marcada

Como preparação para um evento 100% presencial em 2022, o Afropunk Bahia abre as portas para sua versão online em 2021.

O ano era 2019. O Afropunk anunciava sua chegada ao Brasil e as pessoas faziam planos para novembro. Eu era uma delas, inclusive porque novembro é o mês do meu aniversário. Meus planos eram comemorar meu aniversário em Salvador no Afropunk. Chamei mais que amigos, friends. Descobri até como acompanhar cotações de voos pelo Google Maps. Aí… 2020.

Afropunk, um movimento cultural negro em plena ascensão

Afropunk Bahia 2020

Muito antes de sonhar com uma edição em terras brasileiras, o Afropunk já fazia muito sucesso por aqui. Não só pela cena musical, mas também pela moda e por todo o movimento e pela movimentação trazida com o festival.

Mediante à impossibilidade de qualquer evento presencial em 2020, o Afropunk se programou para realizar uma edição online que acontecesse simultaneamente em 4 lugares diferentes do mundo.

No Brasil, artistas como Larissa Luz e Àttoxxá estavam na seleção. As apresentações foram gravadas no atual Centro de Convenções de Salvador e no histórico Passeio Público e o objetivo era mostrar ao mundo o melhor que a Bahia tem a oferecer culturalmente.

No entanto, a edição de 2021 é a primeira com o nome Afropunk Bahia. E ela promete.

27 de novembro de 2021

Salvador, cidade com a maior concentração de pessoas negras fora da África, será a casa do Afropunk Bahia.

Para 2021, o festival amplia a comunicação do movimento para outros gêneros musicais e potencializa as autênticas manifestações artísticas do nosso povo.

Preparades para uma versão 100% presencial do Afropunk Bahia em 2022? (Foto: Jef Delgado)

A direção criativa é assinada por Bruno Zambelli e Gil Alves, enquanto a curadoria musical fica por conta da cantora Larissa Luz e a de conteúdo pela pesquisadora Monique Lemos. Já Ênio Nogueira fica à frente da direção musical. 

Alguns materiais já gravados também serão utilizados nesta edição, que é, além de tudo, uma preparação para um evento 100% presencial que deve acontecer no ano que vem.

Para acompanhar de perto a programação, você pode acessar o perfil do Afropunk Bahia. Trata-se do primeiro e único perfil de outro país relacionados ao AFROPUNK. A proposta deste canal é conceber uma vitrine em conjunto com o público, em uma linguagem acessível e bem brasileira, ecoando conteúdos que comuniquem um AFROPUNK Brasil. 

Em breve, mais informações sobre a programação. 

Compartilhe

Thais Senahttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Sou professora de inglês, formada em Comércio Exterior, estudante de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e parte do grupo de Pesquisa Laroyê - Culturas Infantis e Pedagogias Descolonizadoras. Já atuei como professora voluntária e em projetos populares, fez formação em parceria com a Prefeitura de São Paulo e o Conselho Britânico e há 6 anos atua também na Ebony English, que ensina inglês com cultura negra.
- Advertisment -
- Advertisment -

MAIS LIDAS

COMENTÁRIOS RECENTES