Notícia

Acompanhe o trabalho do jovem que se tornou suspeito por tirar fotos

Gabriel Souza tem apenas 17 anos. Trabalha como borracheiro em Cabreúva, interior de São Paulo. O jovem negro tornou-se alvo de moradores do bairro Eloy Chaves, que o consideraram suspeito por tirar fotos na região.

Há um mês, de acordo com a Folha, Gabriel adquiriu uma câmera profissional. O olhar esperto do menino garantiria fotos lindas, mas um homem negro com uma câmera rapidamente se converte em suspeito.

Os habitantes da região em que Gabriel fotografava começaram a mandar mensagens no grupo de WhatsApp da vizinhança, divulgando amplamente a ação suspeita.

Quando se é preto, guarda chuva vira arma, pinho sol vira droga, movimento de moradia vira terrorismo e câmera na mão vira planejamento de crime.

Quando na verdade, a câmera na mão de Gabriel virou mais arte do que artefato. Por isso, depois de contar mais essa história de racismo, é hora de mostrar o talento do jovem.

Confira:

View this post on Instagram

Viver é melhor que sonhar!!!✨❤️

A post shared by ponto~de~vista (@_ponto.de.vista_) on

View this post on Instagram

#fotografecabreúva

A post shared by ponto~de~vista (@_ponto.de.vista_) on

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By Amanda Sthephanie
Load More In Notícia

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

AFROPUNK MAIOR FESTIVAL DE CULTURA NEGRA DO MUNDO ACONTECERÁ NO BRASIL

foto reprodução Instagram A informação que parecia ser ...

Facebook

Newsletter