19.5 C
São Paulo
quinta-feira, 28 maio 2020
Home Notícia 19 anos de prisão por crime racista nos EUA

19 anos de prisão por crime racista nos EUA

Foto: Reprodução/AP
Foto: Reprodução/AP

Em 2015, na Geórgia (EUA), Kayla Rae Norton e Jose Ismael Torres cometeram crime de racismo contra uma criança de apenas oito anos. O casal invadiu a festa de aniversário do menino com bandeiras dos Estados Confederados, utilizadas pelo sul do país furante a Guerra Civil dos Estados Unidos, como forma de impedir a abolição da escravatura a partir de sua independência.

Além do racismo simbólico presente nas bandeiras, a dupla apontou ainda espingarda contra os presentes e bradou ofensas racistas durante a comemoração. A transgressão, caracterizada pelo juiz do caso como ‘crime de ódio’, rendeu 13 anos de prisão para Norton e 6 para Torres. Ao todo, o casal recebeu punição de 19 anos de prisão pelo crime.

Kayla e Jose não agiram sozinhos: estavam com, pelo menos, outras doze pessoas. Segundo a polícia, eles faziam parte de um grupo chamado “Respect the Flag”, formado por supremacistas brancos que se envolvem em ataques a negros e apoiam a Ku Klux Klan, que também prega a supremacia branca, o nacionalismo branco, a anti-imigração, dentre outras ações extremistas.

Hyesha Bryant, uma das convidadas da festa, declarou que o ato dos transgressores afetou sua vida e a de seus filhos. Toda fala ou atitude racista produz e estimula a condição da população negra na sociedade, como maior parcela em cárcere, em desemprego, em mortes, e como menor parcela em universidades e em altos cargos. Por isso, a punição severa para o preconceito racial é o mínimo de reparação sobre os reflexos históricos que os anos de escravidão causaram.

 

Amanda Sthephaniehttp://www.todosnegrosdomundo.com.br
Preta. Pobre. Poeta. Periférica. Prounista. Filha de Oxum, tem paixão pela palavra e estuda o último ano de Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDAS

Jimmy Fallon se desculpa por usar “blackface” para personificar Chris Rock

Jimmy Fallon publicou um pedido de desculpas por fazer “blackface” para personificar Chris Rock no programa Saturday Night Live no ano 2000.

Érico Brás fala sobre quando foi confundido com ladrão na Bahia

O ator e apresentador Érico Brás contou sobre como foi quando policiais o confundiram com um ladrão, na Bahia. Durante uma live com Fábio...

Thelma fala sobre ataques racistas em entrevista

Thelma participou hoje (28) pela manhã do programa Encontro com Fátima Bernardes. Durante a conversa com a apresentadora, ela falou sobre os...

A Moda 3D – “embora muitas marcas possam seguir o meu exemplo, é importante observar que uma mulher negra fez isso primeiro” – Anifa...

Com grandes lojas fechando suas portas devido à crise na indústria da moda ocasionada pelas diversas limitações da pandemia COVID-19 e o...

COMENTÁRIOS RECENTES