Notícia

Reciprocidade: Jovem escreve carta para Lázaro Ramos e o ator responde

Recentemente um coletivo universitário da PUC-Rio convidou o ator Lázaro Ramos para uma palestra, que levava o nome de “Lázaro Ramos: educação e arte negra”. O nome do coletivo é “Nuvem negra” e foi fundado por Yasmin Thayná, idealizadora do bate papo com o ator, que aceitou o convite e encantou dezenas de jovens, sobretudo negros e negras, que acompanharam o evento.

Na mesma semana, Yasmin, em um gesto de carinho, admiração e gratidão por Lázaro, lhe escreveu uma carta, dizendo entre outras coisas, que as referências que os pretos e pretas têm, por vezes são cobrados excessivamente por sua contribuição e posicionamento na sociedade. No caso do ator, ela fez uma interessante ressalva, questionando se “o  mesmo nível de cobrança exigido de Lázaro ou de personalidades negras  é semelhante ao exigido das  personalidades brancas”.  Thayná também disse ter sentido muita emoção nos momentos em que situações marcantes na vida dele, como a relação com a esposa Taís Araújo ou o processo de construção da carreira artística foram usados como exemplo. O título da carta que Yasmin escreveu é: “Uma carta para Lázaro e para nós, os cobradores” e foi publicada no Jornal Nexo, numa coluna assinada por ela quinzenalmente. A carta pode ser lida aqui: https://goo.gl/WbdHHI

Foto:Reprodução/Considering Brazil

Foto:Reprodução/Considering Brazil

Yasmin é uma pessoa ativa e isso fica claro pelo envolvimento que tem nos  projetos voltados para o público negro, como filmes, visto que ela é além de colunista, uma cineasta. Através de toda sua simpatia e busca por mudanças positivas, Lázaro respondeu a carta, de forma totalmente emocionante. Eis aqui um breve trecho.

“Querida Yasmin, Não sei se em minha resposta a sua carta conseguirei ser tão eloquente, informativo, carinhoso e generoso como você. Fui surpreendido por suas palavras num dia em que refletia muito sobre os rumos de nossas vidas, da minha carreira e também sobre os próximos passos que darei e que daremos coletivamente”. Leia a carta completa: https://goo.gl/S6dt6P

Toda essa interação entre Yasmin e Lázaro se deu pelo fato de os dois serem pessoas que buscam melhorar o ambiente em volta, querendo fazer alguma diferença. Seja Lázaro nos palcos de teatro e  na tela da TV ou a  jovem Yasmin organizando eventos e produzindo filmes. A  sociedade precisa de pessoas assim, dispostas a buscar o que parece distante, mas que não é impossivel. A comunidade negra carece de inspirações e histórias reais, para que mais Lázaros sejam herois e atuem diretamente na formação de pessoas como Yasmin: sonhadora, inspiradora e sobretudo realizadora.

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By Brian Alan Parris Reis
Load More In Notícia

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

Mandelar: Semana Nelson Mandela no SESC termina com celebração ao legado do líder

  Celebração do legado e a importância do ...