Me Representa, Notícia

Quem é a poeta recitada por Beyoncé em ‘Lemonade’

Poesias de Warsan Shire, queniana de 27 anos, foram adaptadas e recitadas por Beyoncé no álbum-filme.

FOTO: DIVULGAÇÃO/WARSAN SHIRE

ENTRE ÚMA MÚSICA E OUTRA EM LEMONADE, TRECHOS DE POESIAS DE WARSAN SHIRE

 

Por Ana Freitas

Via Nexo Jornal

Entre uma faixa e outra de “Lemonade”, o disco visual lançado pela artista pop Beyoncé no sábado (23), há um recurso poético que dá mais força às letras pessoais sobre traição, raiva, negação e perdão do disco: trechos recitados de poemas.

Os poemas usados por Beyoncé em “Lemonade” são da escritora e poeta queniana-inglesa Warsan Shire. Os trechos recitados pela cantora entre as letras de seu disco são adaptados de vários poemas, entre eles “Para mulheres que são difíceis de amar”. Veja um trecho da adaptação usada por Beyoncé no disco:

Eu tentei mudar. Fechar a boca. Tentei ser mais suave, mais bonita – menos alerta. Jejum de 60 dias, mais branca, longe dos espelhos, abstêmia de sexo, aos poucos não falava mais nada. Naquele tempo, meu cabelo cresceu até meu tornozelo. […] Chicoteei minhas próprias costas e pedi por dominação a seus pés. Me joguei em um vulcão. Cresci pele grossa nos pés, me banhei em alvejante […], mas dentro de mim, escondido no fundo, eu precisava saber… você está me traindo? Traindo? Você está me traindo?”

Lemonade, “Negação”

Warsan tem 27 anos e escreve poemas, entre outras coisas, sobre empoderamento feminino, racismo e imigração. Ela tem dois livros publicados e teve seu trabalho reconhecido em premiações de poesia em vários países – em 2013, foi escolhida entre centenas como primeira poeta laureada de Londres. O projeto concedia uma bolsa a um jovem artista que se dedicasse, no ano seguinte, a escrever sobre a cidade de Londres.

Beyoncé usou o cânon de poemas de Warsan para ilustrar suas próprias letras em um disco que narra a solidão da mulher negra, a descoberta de uma traição, os sentimentos envolvidos na quebra de confiança em um relacionamento e o empoderamento feminino que a experiência pode trazer.

O impacto das palavras recitadas é ainda maior junto das letras incisivas de “Lemonade” – em “Don’t Hurt Yourself”, Beyoncé diz “Quem você pensa que eu sou? Você não é casada com uma vagabunda qualquer, moleque”. Imediatamente antes, declama outra poesia adaptada de Warsan:

“Se é o que você quer mesmo… posso usar a pele dela por cima da minha. O cabelo dela por cima do meu. As mãos como luvas. Os dentes como confete. O escalpo como chapéu. […] Podemos posar para uma foto, nós três, imortalizados… você e sua menina perfeita. Não sei quando o amor se tornou elusivo. O que sei é que ninguém que eu conheço o tem. Os braços do meu pai em volta do pescoço da minha mãe, fruta muito madura para comer. Penso em amantes como árvores… crescendo umas das outras e umas para as outras. Buscando a mesma luz.”

Lemonade, “Raiva”

Warsan tem um blog e um site em que recita suas própria poesias. Ela se manifestou pouco sobre o uso que Beyoncé fez de seu material. Durante a semana, discretamente, twittou o link para “Lemonade” e escreveu “Yosra, espero que você esteja orgulhosa de nós”. Yosra El-Assawy foi a amiga em comum que apresentou Warsan e Beyoncé: fotógrafa da tour da artista pop, ela morreu de câncer em 2014.

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By TNM
Load More In Me Representa

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

Grande evento na Rússia é marcado por ato racista

Dia 17 de junho começará a Copa das ...