Notícia

Quadrigêmeos negros aceitos em grandes universidades

Nigel, Zach, Aaron e Nick. Foto: Reprodução

Nigel, Zach, Aaron e Nick. Foto: Reprodução

Só o nascimento de quadrigêmeos já é digno de notícias, mas esses quatro homens negros foram além. Dezoito anos após chegarem ao mundo, Nigel, Zach, Aaron e Nick chamaram os holofotes novamente. Naturais de Liberty Township, em Ohio, nos Estados Unidos, os irmãos foram aceitos em várias universidades, incluindo duas das mais disputadas do mundo: Yale e Harvard.

De acordo com o The Washington Post, os jovens foram informados por telefone sobre a conquista nas universidades que compõem a lista das oito mais conceituadas instituições de ensino norte-americanas, caracterizadas pelo difícil processo seletivo. Para o jornal, os quadrigêmeos afirmaram ainda não acreditar no acontecido, ao mesmo tempo em que se sentem abençoados.

Além das instituições já citadas, alguns dos meninos foram aceitos em Duke, Georgetown, Stanford, Johns Hopkins, Vanderbilt e na Cornell University. Sobre a conquista, os quadrigêmeos afirmaram que jamais teriam conseguido sem o apoio que tiveram ao longo do caminho, creditando a conquista também aos pais e professores da Lakota East High School.

O pai dos jovens, Darrin Wade de 51 anos, embora habituado a surpresas desde a notícia de que não eram apenas dois, mas eram quatro, lembrou com carinho da preocupação sobre a educação dos filhos. Quando ele e Kim, sua esposa, souberam quantos filhos viriam, pouparam dinheiro para a escola dos rapazes, entendendo a importância de alcançarem boas universidades.

Parece que funcionou! Os quatro irmãos foram selecionados por universidades que recebem mais de 30 mil candidaturas para um total de cerca de 2.000 vagas. Infelizmente, a decisão sobre qual instituição e curso ingressar depende das condições financeiras da família: Harvard, por exemplo, requer uma demonstração financeira de cerca de 60 mil dólares para matrícula, alojamento e outros gastos.

No entanto, Aaron – que tem alma de artista -, Nick – leitor compulsivo -, Zach – possível engenheiro – e Nigel – grande aprendiz -, serão lembrados por suas conquistas. É uma honra assistir à aceitação de quatro jovens negros nas maiores universidades dos EUA.

 

 

 

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By Amanda Sthephanie
Load More In Notícia

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

Menina de 10 anos lança sua grife para superar o racismo

Kheris Rogers tem 10 anos e mora em Los ...

Facebook

Newsletter